Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
YouTube passa a facilitar denúncias de violação de direitos autorais
YouTube passa a facilitar denúncias de violação de direitos autorais
Home > Internet

YouTube passa a facilitar denúncias de violação de direitos autorais

Editor de vídeos da plataforma também foi atualizado e se adapta as novas políticas de direitos autorais

Da Redação

11/07/2019 às 13h49

Foto: Shutterstock

O YouTube está melhorando seus sistemas de denúncia de vídeos que infringem direitos autorais na plataforma. Proprietários de conteúdos que encontrarem seus trabalhos publicados sem autorização agora devem informar o tempo exato do vídeo que viola tais direitos. A ferramenta de edição de vídeo "YouTube Studio" também foi aprimorada para facilitar a alteração e remoção do conteúdo denunciado, segundo informou o próprio YouTube em um post publicado em seu blog.

De acordo com o gerente de produto do YouTube, Julian Bill, quando um vídeo era denunciado, era difícil para o criador identificar exatamente em qual parte do vídeo estavam os conteúdos plagiados. Essa atualização exige que o denunciante diga qual é o tempo exato do vídeo onde há conteúdo que foi copiado.

"Os proprietários de direitos autorais agora precisam fornecer informações da hora para saber exatamente qual parte do vídeo está sendo denunciada manualmente", explicou o executivo no comunicado.

Com relação às atualizações no editor de vídeo do YouTube agora criadores podem remover partes do áudio de um vídeo. Ou seja, remover somente os conteúdos denunciados. “Se você receber uma denúncia de uma música em seu vídeo, você poderá silenciar o segmento com o registro de data e hora”, acrescentou Bill.

Substituir a música também é uma opção. Se o usuário preferir, pode silenciar a parte do vídeo com direitos autorais e substituir por músicas das bibliotecas de áudio gratuitas do YouTube. Caso o usuário não queira silenciar nem substituir, é possível ainda cortar o conteúdo não autorizado.

“Estamos sempre procurando maneiras de melhorar a experiência de direitos autorais do criador, além de equilibrar os direitos dos proprietários de direitos autorais", completou Bill.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio