Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Yahoo e Google modificam termos de acordo em publicidade online
Yahoo e Google modificam termos de acordo em publicidade online
Home > Internet

Yahoo e Google modificam termos de acordo em publicidade online

São Francisco - Novos termos entregues ao DOJ reduzem para dois anos o acordo que valeria por dez anos e limitam receita para o Yahoo.

IDG News Service/EUA

04/11/2008 às 8h31

Foto:

O Yahoo e o Google reformularam, os termos do acordo de publicidade firmado em junho para garantir a aprovação do Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ), informou uma reportagem do The Wall Street Journal, na noite de  segunda-feira (03/11).

Os termos revisados da aliança, que foram entregues ao DOJ no fim de semana, reduzem para dois anos o acordo que valeria por dez anos e limitam a receita que seria destinada ao Yahoo para 25% da receita de buscas da empresa. A mudança também passa a permitir que os anunciantes tenham a opção de retirar a exibição de anúncios em sites do Yahoo, segundo a reportagem que cita como fontes pessoas familiares ao caso.

Ainda não está claro se as mudanças do acordo serão aprovadas. A concretização da aliança já havia sido voluntariamente adiada para outubro para atender as demandas do DOJ, que havia contratado advogados especialistas em leis antitruste para avaliar a negociação.

O Centro de Democracia Digital e dez membros do Congresso dos Estados Unidos afirmaram que o acordo levanta problemas de concorrência por dar ao Google muito poder no mercado de links patrocinados. Em uma carta, legisladores afirmaram que o Google passaria a controlar 90% do mercado com a aliança.

O Yahoo trabalha para que o acordo seja concretizado já que seus executivos receberam duras críticas por terem recusado a oferta de compra da empresa de internet pela Microsoft, no início do ano.

Representantes do Google e do Yahoo ainda não responderam aos pedidos de comentários sobre a mudança no acordo.

Após o fechamento do mercado na segunda-feira (03/11), a ação do Yahoo sofreu uma queda de 8 centavos de dólar passando a ser negociada a 12,67 dólares - com uma queda de 7 centavos de dólar durante o dia. A ação do Google teve uma valorização de 1,51 dólar no after-hours e estava avaliada em 348 dólares.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site