Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Usuários do Uber reportam cobranças maiores do que valor real das corridas
Usuários do Uber reportam cobranças maiores do que valor real das corridas
Home > Mobilidade

Usuários do Uber reportam cobranças maiores do que valor real das corridas

Falha nos sistemas gerou cobranças até 100 vezes maiores. Companhia lamentou o ocorrido e disse ter resolvido problema

Da Redação

18/07/2019 às 18h43

Foto: Shutterstock

Na última quarta-feira (17), uma falha nos sistemas da Uber gerou cobranças até 100 vezes maiores do que o valor real das corridas. Um passageiro, por exemplo, foi cobrado em US$ 2.053 dólares em uma viagem que deveria ter custado US$ 20,53.

Segundo informações do Engadget, os problemas apareceram pela primeira vez em Washington e San Diego, nos Estados Unidos, mas desde então têm sido reportados em outros países, como a França. Situações semelhantes também foram relatadas para o serviço UberEats.

Como consequência do bug, alguns clientes receberam alertas de seus bancos sobre as cobranças ou tiveram seus cartões de crédito bloqueados. Em resposta, a Uber manifestou seu pedido de desculpas aos usuários, garantindo que o problema já foi resolvido.

As tarifas erradas serão corrigidas automaticamente, para que os usuários não precisem contestar as cobranças. No entanto, os valores continuarão a aparecer nas faturas do cartão de crédito ou extrato bancário temporariamente.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site