Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Uso excessivo de smartphones pode contribuir com alcoolismo, diz estudo
Uso excessivo de smartphones pode contribuir com alcoolismo, diz estudo
Home > Internet

Uso excessivo de smartphones pode contribuir com alcoolismo, diz estudo

Estudo feito com universitários também associou uso de celulares a mais parceiros sexuais e baixo desempenho acadêmico

Da Redação

08/07/2019 às 13h15

Foto: Shutterstock

Estudantes universitários que usam o celular excessivamente estão mais propensos a ter problemas com bebidas alcoólicas. mais parceiros sexuais, notas baixas, ansiedade e depressão, concluiu um estudo feito por pesquisadores das universidades de Chicago, Minnesota e Cambridge com 3.400 estudantes americanos. As informações são da BBC News.

O estudo foi publicado no Journal of Behavioral Addictions e seu principal objetivo foi avaliar a saúde mental de estudantes além do impacto dos smartphones no bem-estar de jovens.

Um a cada cinco alunos se considera como um usuário excessivo de celular, sendo 60% deles do sexo feminino. Além disso, 37,4% dos universitários ouvidos, que relataram uso excessivo de smartphones, afirmaram ter dois ou mais parceiros sexuais nos últimos 12 meses.

Entretanto, Sam Chamberlain, psiquiatra da Universidade de Cambridge e um dos autores da pesquisa, ressalta que é difícil estabelecer a relação entre o uso problemático de smartphones e quantidade de parceiros sexuais. Ele sugere que os jovens estão usando os celulares para marcar encontros através de aplicativos, mas que, por esse motivo, podem estar negligenciando relacionamentos normais.

À BBC News, Chamberlain diz que a descoberta mais significativa do estudo foi que as pessoas que relataram uso problemático de seus telefones também tinham maior probabilidade de ter um traço de impulsividade. Segundo o pesquisador, isso também pode ter um papel no número de parceiros sexuais que elas têm. "Se isso fosse saudável, esperaríamos uma melhor autoestima e menos problemas de saúde mental, mas a situação se mostrou o oposto disso", disse Chamberlain à BBC.

Já com relação ao uso excessivo do celular e o consumo abusivo de álcool, os pesquisadores identificaram que o consumo exagerado de bebidas alcóolicas foi maior entre os que relataram problemas com o uso de smartphones. No entanto, não foi encontrado abuso ou dependências de outras substâncias.

Chamberlain destaca ainda que é fácil relacionar o uso problemático do celular como um vício, mas se esse fosse o caso, seria esperado uma associação com uma ampla gama de abuso de substâncias. "Precisamos de estudos que acompanhem os jovens durante um longo período de tempo", recomenda.

Também foi encontrada ligação entre a dependência de smartphones com o baixo desempenho acadêmico dos estudantes ouvidos pelo estudo. Para Abigal San, membro da Sociedade Britânica de Psicologia, os resultados são preocupantes. Ela relaciona o alto uso de smartphones com problemas de saúde mental.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio