Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Uber não exibirá mais informações de destino no histórico de viagens
Uber não exibirá mais informações de destino no histórico de viagens
Home > Mobilidade

Uber não exibirá mais informações de destino no histórico de viagens

Medida de segurança e privacidade chega agora para brasileiros. Histórico exibirá apenas uma área ampla do destino, ao invés do endereço exato

Da Redação

07/06/2019 às 16h11

Foto: Shutterstock

A Uber anunciou nesta sexta-feira (7) que não mostrará mais para os motoristas e entregadores parceiros no Brasil os pontos exatos de embarque e desembarque no histórico de viagens. Em vez disso, será mostrada uma área mais ampla. A medida de segurança e privacidade já vinha sendo adotada nos Estados Unidos desde o ano passado.

Segundo a companhia, o novo formato foi definido considerando tanto a experiência do usuário quanto a do motorista, pois traz informações suficientes para que os motoristas identifiquem viagens anteriores em caso de eventuais pendências ou necessidade de suporte ao mesmo tempo em que preserva o endereço do usuário.

"Não estamos focados em segurança apenas no mundo físico", explicou o diretor do Tech Center da Uber no Brasil, Marcello Azambuja. "Proteger a privacidade dos usuários e a segurança dos dados de todos também é fundamental. Por isso já trabalhamos com uma tecnologia que permite que usuários e motoristas contatem um ao outro pelo app mantendo sem revelar o número para o outro. Agora, damos mais um passo nesse campo, limitando dados de localização. Estamos fazendo tudo o que podemos para proteger a privacidade em torno deles", complementou.

Pressão por segurança

A Uber tem sido pressionada para entregar mais segurança dentro do serviço, após um histórico de casos de assédio por parte dos motoristas da plataforma. Nesse sentido, a companhia tem trabalhado para atualizar recursos que caminhem nesta direção. No ano passado, anunciou para usuários e motoristas parceiros, a criação de uma ferramenta que reúne todos os recursos de segurança em um só botão no app, inclusive para compartilhar as viagens e ligar para a polícia.

No mês passado, a Uber fechou contrato com o Serpro, empresa de TI do Governo Federal, para confirmar as informações cadastrais dos motoristas parceiros e candidatos a motoristas e de seus veículos, em tempo real, a partir das informações da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), com a autorização do Denatran - Departamento Nacional de Trânsito.

Em São Paulo, a empresa anunciou que está instalando seu primeiro Tech Center da América Latina, liderado por Azambuja, com foco inicialmente em segurança. Serão até 150 especialistas trabalhando nesse projeto, que receberá investimentos de R$ 250 milhões ao longo dos próximos cinco anos.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site