Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Uber deixa de exibir métricas de preço dinâmico no Brasil
Uber deixa de exibir métricas de preço dinâmico no Brasil
Home > Mobilidade

Uber deixa de exibir métricas de preço dinâmico no Brasil

Aplicativo eliminou o alerta com indexador de cálculo de aumento de valor e passa a exibir um alerta com o preço potencial final da viagem já calculado

Da Redação

17/10/2016 às 9h52

ubernewlogo_625.jpg
Foto:

Legenda:

O Uber começou a mudar a forma como exibe o chamado “preço dinâmico” da corrida para os usuários no Brasil. A política do aplicativo de aumentar os valores das corridas quando a demanda é maior que o número de carros disponíveis no momento do pedido incluía antes um alerta avisando do indexador do aumento ( por exemplo, 1x, 1,2x, 3x) . Agora, o aplicativo passa a exibir o preço estimado da corrida, já calculado e acrescido do aumento variável,  alertando apenas que “As tarifas estão mais caras por conta da demanda maior” antes que o usuário confirme ou não o pedido.

A assessoria de comunicação da Uber confirma a mudança da prática e diz que esse método já estava em funcionamento no Brasil na modalidade "Pool" e que agora está sendo migrado para as outras categorias, incluindo o Black. Em testes desde abril em outros países, essa nova abordagem, segundo a assessoria, já é usada em locais como EUA e Índia, os dois maiores mercados do Uber no mundo, respectivamente, logo à frente do Brasil, o terceiro colocado.

Com o novo formato, saem de cena o ícone de raio e a notificação no destaque de alerta sobre os multiplicadores dos valores e entra o valor já multiplicado com um aviso embaixo dizendo que as “As tarifas estão mais caras por conta da demanda maior” (“Fares higher due to increased demand”). O usuário continua tendo a prerrogativa de desistir da corrida, mas fica no escuro sobre que indexador foi usado para o aumento

O Uber afirma que a mudança visa facilitar a vida do passageiro, que deixa de ter de fazer a conta para calcular o valor potencial da corrida e passa a saber com antecedência exatamente quanto a sua corrida vai custar.  Mas, a menos que a corrida seja para lugares que ele já está acostumado a ir, ficará sem saber exatamente quanto foi a variação daquela vez.

A nova abordagem para o preço dinâmico só está valendo para as corridas na cidade de São Paulo, maior mercado do Uber no país. Nos Estados Unidos entrou em atividade em junho deste ano.

Vale lembrar que o preço dinâmico é alvo de críticas e fez com que usuários no Brasil e nos EUA pagassem até 10 vezes mais nas corridas no Ano Novo de 2016 porque não prestaram atenção ao alerta. Como agora é a linha fina após o preço que indica a variação, fica a dica: leia todo o texto atentamente antes de aceitar.

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site