Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Troca de marcas Telefônica e TVA por Vivo Fixo e Vivo TV deve gerar confusão
Troca de marcas Telefônica e TVA por Vivo Fixo e Vivo TV deve gerar confusão
Home >

Troca de marcas Telefônica e TVA por Vivo Fixo e Vivo TV deve gerar confusão

Grupo Telefônica garante transição tranquila, mas, com serviços diferentes com o mesmo nome e lojas iguais com propostas distintas, pode haver dúvidas para os consumidores.

Ricardo Zeef Berezin, do IDG Now!

05/03/2012 às 17h00

Foto:

A partir de 15/04, marcas tradicionais como TVA e Telefônica deixarão de existir, dando lugar a, respectivamente, Vivo TV e Vivo Fixo. O que muda para o usuário? Praticamente nada, de acordo com o Grupo Telefônica, dona de todas elas.

A decisão de reunir os serviços sob um mesmo nome é conhecida desde 2010, quando a empresa espanhola completou a aquisição de 50% da Vivo – participação que pertencia à Portugal Telecom. Com isso, tornou-se acionista majoritária, detendo 60% da tele.

A escolha da Vivo como denominação comum é uma demonstração de que a marca goza de mais prestígio no Brasil do que as outras da corporação – que são, inclusive, mais antigas. Até os orelhões da Telefônica, espalhados por todo o Estado de São Paulo, terão de ser pintados, assumindo o bonequinho azul que representa a operadora.

Leia mais: Mais uma vez, Telefônica lidera lista de reclamações de 2010 do Procon-SP

Segundo a companhia, em página onde responde perguntas frequentes, os serviços continuarão operando separadamente. A tendência, porém, é que sejam unificados. Basta ver, por exemplo, que teremos duas Vivo TV (TVA e Telefônica TV Digital) e dois Vivo Speedy (Ajato  e Speedy), sem contar o Vivo TV Fibra e o Vivo Speedy Fibra, para a TV por assinatura e a banda larga providas via fibra ótica. Uma confusão.

Os problemas não param por aí. Todas as lojas terão a fachada da operadora, mas servirão a diferentes propósitos. As que atualmente atendem à telefonia móvel poderão também vender pacotes de canais pagos, mas as que respondem por serviços fixos não necessariamente comercializarão planos para seu celular; apenas as que foram identificadas com a inscrição “Revenda Autorizada”.

A Telefônica afirma, porém, que, independentemente do problema do cliente, ele poderá solucioná-lo ou “encaminhar sua solicitação” em qualquer estabelecimento. Dessa forma, não será prejudicado por ter comparecido a uma loja que, embora tenha o logo da Vivo, não comercializa produtos para o celular.

A promessa da companhia é de que, em breve, ofertas que agreguem os quatro serviços (TV, banda larga e telefonia fixa e móvel) sejam anunciadas, tal qual sua concorrente, a América Móvil, que já possui um combo do tipo. A rival também caminha para associar o que possui sob o nome da Claro – criou o Claro Fixo e a Claro TV - embora não tenha desistido completamente das marcas Net e Embratel. 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site