Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Telegram ganha 3 milhões de usuários em meio à instabilidade do Facebook
Telegram ganha 3 milhões de usuários em meio à instabilidade do Facebook
Home > Mobilidade

Telegram ganha 3 milhões de usuários em meio à instabilidade do Facebook

Aplicativos como Messenger, Instagram e WhatsApp enfrentaram problemas pelo mundo nesta quarta, 13/3

Da Redação

14/03/2019 às 14h00

Foto: Shutterstock

A instabilidade sofrida pelos serviços do Facebook nesta quarta-feira, 13/3, quando usuários de diversas partes do mundo relataram problemas para acessar o Messenger, Instagram e WhatsApp, beneficiou de forma significativa o app rival Telegram.

Isso porque o aplicativo de mensagens ganhou nada menos do que 3 milhões de novos usuários nas últimas 24 horas, conforme um post feito pelo seu CEO e fundador, Pavel Durov, nesta quarta-feira. As informações são do The Verge.

“Vejo que 3 milhões de novos usuários se inscreveram no Telegram nas últimas 24 horas. Bom. Nós temos privacidade de verdade e espaço ilimitado para todos”, afirmou o executivo em seu canal pessoal no próprio Telegram, que possui 200 milhões de usuários ativos no mundo, de acordo com números do ano passado.

Vale notar que essa não é a primeira vez que o Telegram ganha um número significativo de novos usuários em pouco tempo. Em dezembro de 2015, quando foi determinado o bloqueio do WhatsApp pela Justiça do Brasil, o aplicativo de mensagens registrou cerca de 1,5 milhão de novos usuários no país em poucas horas.

Facebook nega ataque

Em um post pelo seu perfil no Twitter, o Facebook negou que a instabilidade dos seus serviços, que teria durado mais de 10 horas, tenha sido motivada por um ataque hacker. "Estamos focados em trabalhar o problema o mais rápido possível, mas nós podemos confirmar que o problema não está relacionado a um ataque DDoS", afirmou a empresa na quarta, antes dos seus serviços serem restaurados.

IDG Now! agora é itmidiacom. Para ler mais notícias, acesse.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio