Home > Internet

Spotify avisa: sua conta será suspensa, caso você use um ad-blocker

Plataforma de streaming atualizou seus termos de serviço que passam a valer a partir do dia 1º de março. Bloqueadores de anúncios serão vetados

Da Redação

08/02/2019 às 13h30

Foto: Shutterstock

O Spotify informou, em sua atualização dos Termos de Serviço enviada nesta quinta-feira (07/02), que irá terminantemente banir os bloqueadores de anúncio e que os usuários que usarem tais tipos de serviço poderão ter suas contas suspensas do serviço de streaming. "Contornar ou bloquear anúncios no Spotify ou criar ou distribuir ferramentas desenvolvidas para bloquear anúncios pode resultar na rescisão ou suspensão imediata da sua conta".

Usuários do aplicativo que não pagam pela versão premium estão fadados a ouvirem propagandas entre as faixas de música. Tais bloqueadores de anúncio dão, então, aos ouvintes o alívio de músicas ininterruptas.

Entretanto, o Spotify já vinha atuando para limitar esses burladores. Em março do ano passado, foi reportado que 2 milhões de usuários do Spotify estavam contornando anúncios com apps modificados. A empresa reagiu desabilitando as contas que detectava atividade anormal.  Mas até então, usuários recebiam alertas de e-mail com uma chance de reativarem suas contas depois de desinstalar o software de bloqueio.

Entretanto, a partir do dia 1 º de março quando as novas regras de uso passam a valer, o Spotify terá a autoridade de suspender contas imediatamente, sem aviso prévio aos usuários.

A atualização acontece em um momento de crescimento do Spotify, que reportou nesta semana que conseguiu, pela primeira vez em sua história, se tornar uma empresa lucrativa. Com uma base de 96 milhões de assinantes, a plataforma de streaming mais popular do mundo agora se prepara para se tornar também uma gigante de podcasts após aquisição de duas grandes empresas do setor.

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail