Home > Inovação

Sobre carros, Marte e robôs: em entrevista, Elon Musk prevê o futuro

Durante Code Conference, CEO da Tesla e SpaceX diz que humanos chegarão a Marte em 2025 e que carros integralmente autônomos estarão prontos em 2 anos

Da Redação

02/06/2016 às 17h53

Musk-Recode_625.jpg
Foto:

Elon Musk já foi considerado uma espécie de novo Steve Jobs e já ganhou o título de Tony Stark da vida real. Em resumo, é um sujeito que está um bocado "a frente de seu tempo". 

Criador de algumas das empresas mais inovadoras dos últimos tempos - PayPal, Tesla Motors, SolarCity, SpaceX e o cérebro por trás do projeto Hyperloop -, Musk tem ideias ambiciosas, como levar humanos a Marte até 2025. E, bem, pela trajetória do empresário que tem conseguido pousar foguetes em plataformas no oceano, após eles serem enviados ao espaço, são poucos que duvidam a essa altura que Musk não conseguirá tal feito.

Musk foi um dos convidados da Code Conference, evento anual promovido pelo Recode, e durante entrevista deu algumas declarações e até preocupações a respeito da tecnologia no futuro. 

Perguntado sobre se ele teme os esforços em inteligência artificial de alguma empresa específica, Musk disse que "não daria nomes", mas que havia "apenas uma". Indagado se tal empresa poderia ser a mesma que mantém o 'chefe da Tesla acordado até tarde da noite ao desenvolver seu próprio carro' - no caso, o Google -  Musk desconversou e reforçou: "há apenas uma".

Durante a entrevista, o executivo defendeu a criação da organização sem fins lucrativos Open AI, que tem apoio do cientista Stephen Hawking e outros pesquisadores e empresas de peso, que visa chamar atenção para os esforços desenfreados do desenvolvimento da inteligência artificial. 

Segundo Musk, a criação do projeto não é sobre frear seus competidores e sim evitar um futuro onde todos nós precisamos nos submeter a computadores super-poderosos. "É apenas uma tentativa de aumentar a probabilidade de que o futuro seja bom".

Musk também reforçou suas ambições interplanetárias: "Se as coisas acontecerem de acordo com o plano, nós devemos conseguir enviar pessoas em 2024 com a chegada em 2025".

Ele ainda revelou que pretende ir ao espaço em quatro, cinco anos. Mas apenas para a órbita da Terra. 

 

Carros totalmente autônomos também estão mais próximos da nossa realidade, segundo Musk. Para ele, questões técnicas necessárias para tornarem veículos integralmente autônomos já foram resolvidas. Com isso, carros sem motorista devem ser disponibilizados dentro de dois anos. Mas, a legislação de cada país deverá atrasar tal prazo em maior tempo em, no mínimo, um ano: "reguladores vão querer ver os bilhões de quilômetros de dados", disse.

Neste mercado, o CEO da Tesla Motors disse que a Apple seria um maior competidor que o Google. 

"O Google tem feito um grande trabalho em mostrar o potencial do transporte autônomo, mas eles não são uma companhia de automóveis", reforçou. "Então eles potencialmente licenciarão para outras empresas. Eu não diria que eles são um concorrente", acrescentou.

Quando indagado se a Apple era uma concorrente, ele indicou que a comparação era mais favorável, mas reforçou que a companhia estava atrasada. "Eu acredito que eles não começarão a produzir não antes que 2020. Isso já não é muito tarde?”.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail