Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Robôs e AI ganham espaço em jornais e sites de notícias dos EUA
Robôs e AI ganham espaço em jornais e sites de notícias dos EUA
Home > Inovação

Robôs e AI ganham espaço em jornais e sites de notícias dos EUA

Veículos como Bloomberg, Washington Post e Associated Press já contam com ferramentas de automação na redação

Da Redação

06/02/2019 às 9h05

Foto: Shutterstock

O jornalismo gerado por ferramentas de Inteligência Artificial (AI) vem ganhando espaço em jornais e sites de notícias dos Estados Unidos, conforme aponta uma nova reportagem do The New York Times.

Isso porque diferentes veículos já trabalham com “robôs” em suas redações naquele país. Cerca de um terço do conteúdo publicado pela Bloomberg News, por exemplo, já usa alguma forma de tecnologia de automação.

Conforme destaca o NYT, o sistema utilizado pela Bloomberg, chamado de Cyborg, auxilia os jornalistas especialmente na produção de textos sobre relatórios de resultados financeiros trimestrais das empresas no mercado.

Além de balanços financeiros, aponta a reportagem, os “robôs” também trabalham na produção de notícias sobre assuntos variados em outros veículos dos EUA. A lista de temas inclui futebol americano universitário, no caso do The Washington Post, liga menor de beisebol, na Associated Press, e terremos, no Los Angeles Times.

“Trabalho criativo”

Apesar da prática estar se tornando mais comum, executivos do mercado negam que os “robôs” sejam uma ameaça e destacam como eles podem auxiliar os jornalistas, seja liberando-os para fazer seu trabalho ou mesmo ao analisar informações.

“O trabalho do jornalismo é criativo, é sobre curiosidade, é sobre contar uma história, é sobre investigar e responsabilizar governos, sobre pensamento crítico, é julgamento – e é aí que queremos que os nossos jornalistas gastem as suas energias, aponta a diretora de novas parcerias da Associated Press, Lisa Gibbs, ao The New York Times.

“Espero que vejamos as ferramentas de AI se tornarem uma ferramenta de produtividade na prática de noticiar e encontrar pistas. Quando você faz análises de dados, você consegue ver anomalias e padrões usando AI. E um jornalista humano é pessoa certa para entender e descobrir isso”, explica a gerente geral de Machine Learning da companhia de software Cloudera, Hilary Mason, ao jornal.

IDG Now! agora é itmidia.com. Para ler mais  notícias, acesse.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site