Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Pesquisadores mostram como até o monitor do seu PC pode ser hackeado
Pesquisadores mostram como até o monitor do seu PC pode ser hackeado
Home > Internet

Pesquisadores mostram como até o monitor do seu PC pode ser hackeado

Durante apresentação no evento de segurança DEF CON, nos EUA, dupla da Red Balloon mostrou como nem mesmo o display do PC está a salvo.

PC World / EUA

08/08/2016 às 12h31

displayhack_625.jpg
Foto:

Legenda:

Não acredite em tudo que você vê. Acontece que até o monitor do seu computador pode ser hackeado. Na sexta-feira, 05/08, durante o evento de segurança DEF CON, pesquisadores mostraram uma maneira de manipular os pixels minúsculos encontrados em um display.

Ang Cui e Jatin Kataria, da Red Baloon Security, estavam curiosos sobre como os monitores da Dell funcionavam e acabaram realizando engenharia reversa em um deles. Eles invadiram um monitor Dell U2410 e descobriram que o controle interno do display pode ser usado para alterar e alterar os pixels na tela.

Durante sua apresentação na DEF CON, em Las Vegas, eles mostraram como o monitor hackeado poderia aparentemente alterar os detalhes de uma página web. Em um exemplo, mudaram o saldo de uma conta no PayPal de US$0 para US$1 milhão, quando na verdade apenas os pixels do display tinham sido reconfigurados.

Não foi exatamente um hack fácil de ser feito. Para descobrir a vulnerabilidade, Cui e Kataria usaram seu tempo livre ao longo de dois anos, realizando pesquisas e compreendendo a tecnologia dentro do monitor da Dell.

No entanto, vale destacar que eles também analisaram monitores de outras marcas, incluindo Samsung, Acer e HP, e perceberam que teoriacamente também é possível hackeá-los da mesma maneira.

O problema principal está no firmware dos monitores - ou no software embutido. “Não há segurança na maneira como eles atualizam seus firmwares, e é muito aberto”, afirmou Cui, que também é CEO da Red Balloon.

A exploit exige ganhar acesso ao monitor, via HDMI ou USB. Feito isso, o hack potencialmente poderia abrir a porta para outros ataques maliciosos, incluindo ransomware.

Por exemplo, os cibercriminosos poderiam colocar uma mensagem permanente na tela, e pedir por pagamento para removê-la, explica Kataria. Ou poderiam espionar os monitores dos usuários.

Os pesquisadores destacaram que fizeram a apresentação para aumentar a consciência sobre a importância da segurança dos monitores - eles até publicaram o código da pesquisa na Internet.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site