Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Nova pesquisa da Dell mapeia jogadores de games no PC pelo mundo
Nova pesquisa da Dell mapeia jogadores de games no PC pelo mundo
Home > Inovação

Nova pesquisa da Dell mapeia jogadores de games no PC pelo mundo

Intitulado State of Gaming, estudo entrevistou mais de 5 mil gamers de países como Brasil, EUA, Japão, Alemanha, Austrália e Reino Unido.

PC World / EUA

27/04/2018 às 11h50

gamespcdestaque_625.jpg
Foto:

Legenda:

Se o seu estereótipo de gamer de PC é um jovem que fica 13 horas por dia trancado no quarto na frente do monitor, então é melhor pensar de novo. Isso porque uma nova pesquisa comissionada pela Dell aponta, veja só, que os gamers são basicamente pessoas normais. 

Intitulado State of Gaming, o estudo focado em gamers de PC foi realizado com base nas respostas de 5.763 pessoas de um total de 11 países (Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Japão, Nova Zelândia, Reino Unido e EUA). Para poder participar da pesquisa, era preciso passar pelo menos uma hora por semana jogando games em um PC desktop ou laptop.

A conclusão: o gamer de PC padrão não é tão padrão. Claro, 48% dos entrevistados estão na faixa dos 20 ou 30 anos de idade, por exemplo, mas apenas 12% eram adolescentes, o que significa que 40% deles eram pessoas de meia-idade ou adultos mais velhos (os seus pais!). Pensa que a maioria dos gamers são homens? Quase metade (47%) dos entrevistados eram mulheres. Mais da metade das pessoas que participaram da pesquisa  (57%) eram casadas ou estavam em um relacionamento sério, enquanto que 52% possuem filhos ou enteados.

Vale notar que 40% dos entrevistados disseram que as habilidades com jogos importam mais do que etnia, visão política e orientação sexual na hora de escolher um oponente para uma partida.

Os participantes também revelaram suas atividades favoritas quando não estão jogando games: ouvir música (63%), passar tempo com a família (59%) ou amigos (55%), e ler e escrever (46%) foram as mais citadas.

Jogar games no PC faz bem

Os entrevistados no estudo afirmaram que jogar games no PC os ajudou a desenvolver habilidades úteis para a vida, como conhecimento técnico (42%), pensamento estratégico (39%), coordenação entre mão e olho (37%), tempo de reação (36%), habilidades de trabalho em equipe (27%) e habilidades de liderança (18%).

Tempo na frente do monitor

Quando o assunto é a quantidade de horas gastas por semana jogando no PC, as respostas foram bem variadas. Muitos entrevistados disseram que passam entre 6 e 9 horas semanais jogando, enquanto que 25% afirmaram que passam entre 10 e 19 horas por semana com games no PC. Por fim, 21% revelaram que passam mais de 20 horas por semana jogando games no computador.

E uma proporção relativamente pequena disse que deixaria de fazer outra coisa para jogar. Cerca de 20% dos entrevistaram disseram que desistiriam de celebrações de final de ano, festas, ou uma partida esportiva profissional para ficar jogando no PC. Já 37% disseram que trocariam o sono por games, enquanto que 27% afirmaram que pulariam uma refeição para continuar jogando no computador.

Sob controle

A pesquisa aponta ainda que a maioria dos entrevistados não liga muito em perder uma partida de game. Mas um em cada cinco deles afirmaram que ser derrotado em um jogo era pior do que ficar preso no trânsito ou tomar um banho frio. Já 23% alegaram que perder uma partida é pior do que estar com pouca bateria no celular.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site