Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Netflix vai investir R$ 350 milhões em produção de originais no Brasil
Netflix vai investir R$ 350 milhões em produção de originais no Brasil
Home > Internet

Netflix vai investir R$ 350 milhões em produção de originais no Brasil

E mais 30 produções com selo BR já estão na agenda da produtora de streaming até 2021

Mônica Wanderley

29/10/2019 às 18h51

Foto: Shutterstock

A plataforma de streaming Netflix anunciou nesta terça (29) pela manhã que irá investir R$ 350 milhões em produções nacionais durante o ano de 2020. A informação foi dada por Greg Peters, Diretor de Produtos (CPO) da marca, durante painel apresentado na feira de telecomunicações Futurecom.

Em sua apresentação, Peters abordou a estratégia da empresa de Los Gatos para produzir conteúdos bem-sucedidos fora do padrão americano.

Segundo executivo, a empresa se apoia em três pilares:

1) Atuação próxima com roteiristas e profissionais regionais, que sabem melhor do que ninguém transportar para as telas o realismo da uma cultura;

2) Suporte das operadoras de telecomunicação para possibilitar a qualidade de conexão de rede;

3) E Tecnologia da própria Netflix para garantir que qualquer usuário consiga consumir seus conteúdos, independente do modelo de smartphone que tenha.

 

Alcance global para histórias locais

Falando do público brasileiro, Peters apresentou alguns dados recentes sobre o desempenho de algumas produções locais: Sintonia, que estreou em agosto deste ano e fala sobre a vida em favelas, é a segunda produção brasileira mais assistida da plataforma (atrás, bem provavelmente, de 3%).

Irmandade, produção lançada no dia 25 de outubro, conseguiu mais visualizações em seu final de semana de estreia de que produções mais conhecidas, como Umbrella Academy. Falando sobre força de trabalho, as produções realizadas pela empresa até o momento  já geraram cerca 40 mil empregos no país. E os investimentos em conteúdo continuam: a empresa anunciou que vai produzir cerca de 30 conteúdos originais até 2021.

De acordo com Peters, um dos focos da companhia para os próximos anos está na expansão de acessibilidade da sua plataforma, por meio de dublagem e legendagem. "Queremos que mais pessoas do mundo tenham acesso a grandes historias e descubram os títulos incríveis que produzimos". Disponível em 190 países, a Netflix recentemente estreou opções de legendas em húngaro, tcheco e vietnamita.

Na percepção do CPO, quanto mais fácil é o consumo das produções, mais provável é a chance de a audiência se engajar com a história que está sendo contada: o storytelling é um componente-chave para entender o que é humano."

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio