Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
MP abre procedimento para acompanhar integração de apps do Facebook
MP abre procedimento para acompanhar integração de apps do Facebook
Home > Mobilidade

MP abre procedimento para acompanhar integração de apps do Facebook

Na última semana, rede social confirmou intenção de integrar Messenger, WhatsApp e Instagram Direct

Da Redação

12/03/2019 às 18h00

Foto: Shutterstock

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) anunciou nesta terça-feira, 12/3, a abertura de um procedimento para acompanhar a recém-confirmada integração entre os serviços de mensagens WhatsApp, Instagram Direct e Facebook Messenger, todos de propriedade do Facebook.

Na última semana, o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, confirmou rumores de recentes de que as funções de comunicações desses apps serão realmente integradas. Na prática, isso permitirá que os contatos e as mensagens de um app sejam acessados em outros e vice-versa.

"Hoje, se você quiser mandar uma mensagem para alguém no Facebook, tem que usar o Messenger; no Instagram, o Direct; e, no WhatsApp, o WhatsApp. Queremos dar a opção de contatarem seus amigos de todas as redes com o app que preferirem", afirmou o executivo na ocasião, por meio de um post no blog da companhia.

De acordo com o MPDFT, o procedimento administrativo em questão, que foi instaurado pela Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial do MPDFT (Espec), tem o objetivo de garantir que a integração dos serviços obedeceça a legislação brasileira, principalmente a Constituição Federal e o Marco Civil da Internet.

“Além da preocupação relacionada à privacidade dos usuários das plataformas do grupo Facebook, deve-se avaliar a questão concorrencial”, afirma o coordenador da Espec, Frederico Meinberg, que destaca que o MPDFT vai comunicar o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) sobre o procedimento.

IDG Now! agora é itmidiacom. Para ler mais notícias, acesse

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site