Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Mastercard alerta órgãos reguladores sobre vazamento de dados
Mastercard alerta órgãos reguladores sobre vazamento de dados
Home > Internet

Mastercard alerta órgãos reguladores sobre vazamento de dados

Incidente não tem conexão com rede de pagamentos e sim com plataforma de fidelidade restrita à Alemanha, afirmou Mastercard

Da Redação

27/08/2019 às 14h00

Foto: Shutterstock

Legenda:

Na semana passada, os dados pessoais de quase 90 mil clientes da unidade europeia da Mastercard foram vazados. Agora, a companhia emitiu uma notificação formal aos órgãos reguladores de proteção de dados da Alemanha e Bélgica sobre a falha.

De acordo com informações divulgadas pela Bloomberg, a Mastercard alertou para uma violação de dados detectada no dia 19 de agosto. Segundo o órgão regulador alemão, a companhia já estava investigando o problema e tomando medidas corretivas, incluindo a remoção de quaisquer informações pessoais que tivessem sido vazadas.

As regras de proteção de dados da União Europeia obrigam as empresas a notificar os reguladores sobre possíveis violações de dados dentro de 72 horas, bem como informar os clientes afetados se a falha representar riscos para eles. As normas da UE, em vigor desde maio de 2018, conferem aos reguladores novos poderes para multar as empresas em até 4% das vendas anuais em casos de violações mais graves.

Em comunicado, a Mastercard informou que o incidente não tem conexão com a sua rede de pagamentos. "Houve um evento envolvendo a plataforma de fidelidade Specials na Alemanha gerenciada por um fornecedor terceirizado, que resultou na distribuição não autorizada de certas informações", declarou a companhia. O Priceless Specials é um programa de fidelidade que permite aos clientes Mastercard acessar bônus e descontos para outros serviços. A plataforma foi suspensa depois da invasão.

David Stevens, presidente da Belgian Data Protection Authority, revelou que a entidade recebeu muitas perguntas e reclamações desde o anúncio do incidente. “Entramos em contato com a Mastercard para obter informações adicionais e estamos acompanhando este caso junto com a autoridade de proteção de dados de Hessian [Alemanha] e todas as outras possíveis autoridades envolvidas.”

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site