Home > Internet

Google começa a notificar usuários brasileiros afetados por bug do Google+

Comunicado lembra a falha de segurança que expôs dados de mais de 52 milhões de usuários

Da Redação

01/02/2019 às 8h42

Foto: Shutterstock

O Google anunciou nesta semana que a sua rede social Google+ começará a ser ‘desligada' no dia 2 de abril. A decisão veio após a companhia descobrir, no ano passado, que uma falha de segurança expôs dados de 52,5 milhões de usuários.

Nesta sexta-feira (1), usuários brasileiros do Gmail e Google+ começaram a receber e-mails sobre o bug nas APIs da ferramenta.

"Prezado usuário do Google, estamos entrando em contato para informar um problema técnico causado por uma atualização de software que afetou as APIs do Google+ entre 7 e 13 de novembro de 2018 (horário do Pacífico), quando o problema foi corrigido”, assinalou a empresa no comunicado.

O Google lembra que apenas as APIs do Google+ que retornam informações do perfil sobre usuários foram afetadas. Entretanto, o problema gerou duas possíveis consequências indesejadas. "Se você permitiu que um app visualizasse informações do seu perfil, como nome, endereço de e-mail e profissão, ele pôde solicitar acesso e ver acidentalmente campos não permitidos”, informa a companhia. Ao mesmo tempo, se uma pessoa com quem você compartilhou informações do perfil permitiu que um app visualizasse os campos do seu perfil público, esse app pôde solicitar acesso e ver os campos públicos e também os que você compartilhou com essa pessoa, inclusive os compartilhados só com ela.

A gigante de tecnologia reforça que o problema ficou restrito aos campos do perfil, e que os desenvolvedores não tiveram acesso a informações como dados financeiros, números de carteiras de identidade, senhas ou outras geralmente usadas para fraudes ou roubo de identidade e diz ainda que "não há provas de que os desenvolvedores que tiveram esse acesso durante seis dias usaram os dados de modo indevido”.

O que você deve fazer

Caso você tenha recebido a notificação do Google, a recomendação da própria empresa é que você reveja os apps que tenham permissão à sua conta nas preferências de segurança. Você pode fazê-lo clicando no link.

Quanto ao Google+, comentamos aqui tudo o que você deve fazer para salvar as suas imagens e vídeos que ainda habitam a rede social antes de ser encerrada.

IDG Now! agora é itmidia.com. Confira outras notícias.

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail