Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Golpe no WhatsApp engana usuários com promessa de ingresso para Vingadores
Golpe no WhatsApp engana usuários com promessa de ingresso para Vingadores
Home > Mobilidade

Golpe no WhatsApp engana usuários com promessa de ingresso para Vingadores

Segundo dfndr lab, link malicioso exibe comentários de falsos usuários que alegam terem recebido o suposto benefício.

Da Redação

08/05/2018 às 16h57

Foto:

O filme Vingadores: Guerra Infinita é um dos maiores sucessos de bilheteria do ano e golpistas brasileiros estão se aproveitando do fato de muitas pessoas estarem comentando sobre a produção. O dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibercrime, identificou um golpe digital relacionado ao filme que está impactando muitos pessoas por sua disseminação pelo WhatsApp. Em menos de 24 horas, mais de 50 mil usuários foram impedidos pelo sistema de segurança dfndr de terem seus smartphones infectados pela armadilha, que promete um par de ingressos para assistir ao filme.

Ao clicar no link, o usuário precisa responder algumas perguntas básicas como parte do suposto processo para ganhar o par de ingressos. As perguntas são: “Você já assistiu algum filme da Marvel?”; “Você é maior de idade?”; “Se gostar do filme irá recomendar para amigos e familiares para assistir?”. Ao respondê-las, independentemente da resposta de cada uma, a página parabeniza a pessoa, confirmando que ganhou o par de ingressos, e afirma que para recebê-los deve compartilhar o link com 30 amigos ou grupos do WhatsApp.

Para passar credibilidade e incentivar o compartilhamento da vítima com sua rede de contatos, o link malicioso exibe comentários de falsos usuários que alegam terem recebido o benefício, como: “Peguei meu ingresso agorinha”; “deu certo comigo!”, “Já imprimi meu ingresso”.

"Essa estratégia de incentivar as pessoas a compartilhar o link malicioso tem se tornado cada vez mais comum por cibercriminosos, pois permite que o golpe ganhe escala rapidamente, impactando grande número de usuários das mais diversas regiões. Para se ter uma ideia, a maior parte dos golpes que identificamos e bloqueamos desde o início do ano envolvem compartilhamento via WhatsApp”, comenta Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

Para não cair nessas ameaças, o especialista afirma que é preciso adotar medidas de segurança, como sempre se o link é verdadeiro ou não, o que pode ser feito pelo site, utilizar soluções de segurança que disponibilizam a função anti-phishing e sempre desconfiar de mensagens que pedem para realizar o compartilhamento com amigos para ganhar alguma coisa.

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site