Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
França pode cortar internet de usuário que baixar conteúdo ilegal
França pode cortar internet de usuário que baixar conteúdo ilegal
Home > Internet

França pode cortar internet de usuário que baixar conteúdo ilegal

São Paulo - 'Piratas' receberão 3 avisos antes de ter internet interrompida por até 1 ano. Lei ainda precisa ser aprovada no Senado francês.

Redação do IDG Now!

13/05/2009 às 8h54

Foto:

A França quer desconectar os usuários de internet que baixarem conteúdo ilegal ou protegido por direitos autorais. A lei antipirataria foi aprovada na terça-feira (12/05) pela Assembleia Nacional da França (equivalente à Câmara dos Deputados brasileira).

Segundo o jornal britânico The Guardian, o projeto de lei criará uma nova agência governamental chamada Hadopi - a sigla significa “Alta Autoridade para Difusão de Obras de Arte e proteção de Direitos na Internet”.

O grupo enviará uma mensagem para qualquer usuário que tenha infringido direitos autorais online. Se for necessário, a mensagem será enviada duas vezes. Quando as autoridades forem informadas sobre uma terceira infração, o acesso à internet do cliente pode ser interrompido por um período de dois a 12 meses, sem direito a apelação na justiça.

Grupos de consumidores disseram que a criação de um corpo “não-jurídico” com tais poderes “ameaça as liberdades civis”. Atualmente, ações contra compartilhamento ilegal de conteúdo são levadas para a corte francesa.

Advogados afirmaram que a determinação dos parlamentares franceses pode
transgredir a Convenção Europeia de Direitos Humanos. A esperada
reforma na regulamentação das telecomunicações pela União Europeia tem
enfrentado muitas controvérsias se as cortes devem ou não ser
envolvidas  nos processos.

A lei ainda precisa ser votada pelo Senado e a expectativa é de que seja aprovada já na próxima semana.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site