Home > Inovação

Fnac fecha loja na Avenida Paulista, em SP, e agora só tem uma unidade no Brasil

Controlada pela Livraria Cultura desde 2017 no país, rede agora só possui uma unidade em Goiânia.

Da Redação

17/09/2018 às 16h20

fnacshutter_625.jpg
Foto:

Controlada pela Livraria Cultura desde o ano passado no Brasil, a rede Fnac fechou a unidade Avenida Paulista, em SP, e agora só tem uma loja física no país. De acordo com reportagem do Valor Econômico, a Cultura fechou recentemente a unidade da Fnac localizada na Avenida Paulista. “A informação está na própria unidade fechada, com avisos aos clientes”, aponta o jornal.

Última loja

Ao acessar a seção Nossas Lojas, do site da Fnac, agora só consta uma única loja física em funcionamento no Brasil. A unidade fica localizada na Avenida Jamel Cecilio, em Goiânia. 

Antes de encerrar a loja da Avenida Paulista, a Cultura já tinha fechado a maioria das 12 lojas da Fnac no país, incluindo unidades em São Paulo (Pinheiros, Shopping Morumbi), Curitiba (Shopping Barigui), Porto Alegre (Barra Shopping) e Campinas (Parque Dom Pedro). 

Foco digital e aluguel alto

Ainda de acordo com o Valor, as razões para os fechamentos das lojas físicas da Fnac no Brasil incluem “altos valores de aluguéis” e “foco apenas na operação digital”.

Vale notar ainda que, de acordo com uma reportagem publicada pelo Valor em agosto, as perdas consecutivas nos últimos anos obrigaram a rede francesa a injetar cerca de 130 milhões de reais para passar o controle da sua subsidiária no Brasil para a Livraria Cultura. 

Posição Livraria Cultura

Em nota, a Livraria Cultura diz que “está seguindo rigorosamente o plano estratégico que traçou para os próximos anos: manter unidades com boa performance, qualificar a experiência do cliente em loja e crescer significativamente no e-commerce”.

-Confira abaixo a íntegra do comunicado da rede que controla a Fnac no Brasil.

“Diante dos pedidos de informação sobre o fechamento de unidades da rede Fnac no Brasil, reiteramos que a empresa não comenta as suas operações. No entanto, em virtude do alto número de solicitações, esclarecemos que a Livraria Cultura está seguindo rigorosamente o plano estratégico que traçou para os próximos anos: manter unidades com boa performance, qualificar a experiência do cliente em loja e crescer significativamente no e-commerce. Seguindo estes eixos, é certo que não manteremos lojas deficitárias. A Fnac francesa desistiu de atuar no Brasil no passado recente e o atual cenário de incertezas não nos permite fazer apostas arriscadas. Nossa estratégia, como já de conhecimento público, é a de ficar com poucas e ótimas lojas, buscando oferecer um serviço impecável ao consumidor. Quanto ao canal digital, reforçado com a incorporação da Estante Virtual em 2017, a maior plataforma de e-commerce de livros na América Latina, ele já é -- e será -- o meio de vendas mais importante para a empresa, enquanto que os ambientes físicos estarão mais voltados para o fortalecimento da marca, ações específicas de marketing, engajamento com consumidor e relacionamento. Algumas novidades confirmam esse direcionamento. Em setembro, a Faber Castell inaugurou espaço de 900 m2, dedicado à inovação e criatividade, na Livraria Cultura do Market Place (SP). Em outubro, iremos oferecer mais uma grife culinária em nossas lojas, parceria feita com o Varanda Grill. São dois exemplos de que as nossas lojas irão cada vez mais aliar cultura, experiência e entretenimento. E obviamente, falando em novos conceitos, toda a experiência multicanal que já fazemos há mais de 20 anos será aprimorada com os serviços do Eva Labs -- laboratório de inovação sediado no Rio de Janeiro, com um time de engenheiros que pensa, todos os dias, em como encantar nossos clientes. Este sempre foi, e continuará sendo, nosso maior desafio.”

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail