Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Facebook quer pagar pelos seus dados, mas valerá a pena?
Facebook quer pagar pelos seus dados, mas valerá a pena?
Home > Internet

Facebook quer pagar pelos seus dados, mas valerá a pena?

Novo aplicativo 'Study' lançado pela rede social pede permissão para rastrear como você utiliza outros apps concorrentes

Da Redação

13/06/2019 às 10h55

Foto: Shutterstock

O Facebook tem um claro interesse nos nossos dados, algo que não é nenhuma novidade. São eles que movimentam o modelo de negócios de uma plataforma que soma mais de dois bilhões de usuários mundo afora. A companhia de Mark Zuckerberg já lançou tentativas questionáveis de observar intimamente como as pessoas passam as horas em seus smartphones, mas agora ela quer deixar bem claro como operará essa observação e que está disposta a pagar pela flexibilidade da sua privacidade.

Nesta semana, o Facebook anunciou que está recrutando participantes para baixar um novo aplicativo que irá permitir que usuários vendam seus dados para saber como eles utilizam aplicativos de concorrentes.

O novo app Study está disponível apenas para aparelhos Android na Google Play Store e, inicialmente, para usuários nos Estados Unidos e Índia. Uma vez que você baixa a ferramente, ele irá transmitir dados para o Facebook sobre quais outros aplicativos você tem instalado em seu aparelho, quais recursos usa e quanto tempo dedica a eles.

Vale lembrar que o novo movimento do Facebook acontece meses depois que a imprensa cobriu exaustivamente a existência de apps similares que a companhia utilizava para pagar usuários menores de idade por dados de uso de seus smartphones. A diferença, agora, é que o Facebook quer tornar a prática mais transparente.

"Nós acreditamos que este trabalho é importante para nos ajudar a melhorar nossos produtos para as pessoas que usam o Facebook", disse a empresa em comunicado. "Nós também sabemos que esse tipo de pesquisa deve ser claro sobre o que as pessoas estão concordando, como suas informações serão coletadas e usadas e como elas podem desistir da pesquisa a qualquer momento".

Quem poderá vender seus dados ao Facebook literalmente?

O Facebook informa que apenas usuários maiores de 18 anos estarão elegíveis para participarem do Study em seu lançamento. Entretanto, a companhia não revelou ainda quanto irá pagar pela privacidade de seus usuários.

Nos aplicativos anteriores, caso do Facebook Research, uma espécie de VPN privada, o Facebook pagava uma taxa mensal de até US$ 20 para usuários de 13 a 35 anos para rastrear o uso dos aplicativos.

A companhia afirma que não irá vender os dados coletados a terceiros e nem os usará para direcionar publicidade. "Com este aplicativo, estamos coletando a quantidade mínima de informação necessária para nos ajudar a desenvolver melhores produtos".

Apesar de deixar claro que pede pelo consentimento da coleta de dados de usuários, a privacidade emerge, cada vez mais, como uma espécie de moeda para grandes empresas de tecnologia. A pergunta que fica é valerá a pena?

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio