Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Facebook processa sul-coreana Rankwave por uso indevido de dados
Facebook processa sul-coreana Rankwave por uso indevido de dados
Home > Internet

Facebook processa sul-coreana Rankwave por uso indevido de dados

Empresa de análise de dados é acusada por coletar indevidamente informações de usuários da rede social por meio de apps

Da Redação

15/05/2019 às 15h46

Foto: Shutterstock

Legenda:

O Facebook entrou com um processo contra a Rankwave, empresa sul-coreana especializada na análise de dados, pelo uso ilegal dados coletados na rede social por meio de aplicativos para ofertar serviços de marketing e publicidade.

Por meio da ação judicial, apresentada na semana passada nos Estados Unidos, o Facebook acusa a Rankwave por usar 30 aplicativos diferentes para "rastrear e analisar" comentários e curtidas em páginas da rede social. A empresa, que opera aplicativos na plataforma há dez anos, monitorava a popularidade de postagens de usuários por meio de um aplicativo que funciona como uma calculadora de influência social.

O Facebook alega que, pelo menos desde 2014, a Rankwave vem utilizando esses dados para fins comerciais e que a companhia teria ignorado diversas solicitações para prestar esclarecimento sobre a coleta dos dados e para quais entidades teria vendido as informações. Ainda não está claro a quantidade de usuários afetados.

Os aplicativos da Rankwave estão suspensos atualmente na rede social, mas pelo menos um de seus apps B2B operou a plataforma até abril de 2019. Além de pedir na justiça que a Rankwave seja submetida a uma auditoria, a rede social exige que os dados coletados sejam excluídos.

Reputação em jogo

O caso reacende a preocupação com a privacidade dos usuários no Facebook. Depois da polêmica envolvendo a exposição de dados de 87 milhões de pessoas pela Cambridge Analytica, tudo indica que a rede social teme enfrentar uma nova crise.

"Ao entrar com a ação, estamos enviando uma mensagem aos desenvolvedores de que o Facebook está levando a sério nossas políticas, inclusive exigindo que eles cooperem conosco durante uma investigação", informou a companhia.

No processo, a empresa de Mark Zuckerberg afirma que a Rankware violou sua política 6.1 por utilizar "dados do Facebook Pages associados a seus aplicativos para seus próprios fins comerciais, que incluem o fornecimento de serviços de consultoria para anunciantes. A companhia sul-coreana teria lucrado aproximadamente US$ 9,8 milhões com as práticas ilegais.

A rede social enfatizou que a conduta da Rankware prejudicou a “reputação” e a “confiança do público”. Desse modo, a ação movida pelo Facebook requer uma indenização ainda não especificada por danos financeiros e a restituição do valor lucrado indevidamente pela Rankwave.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site