Home > Internet

Facebook cresce número de usuários, mesmo em meio a escândalos de privacidade

Companhia divulgou balanço do último trimestre. Cerca de 2,3 bilhões de pessoas no mundo utilizam a rede social mensalmente

Da Redação

31/01/2019 às 11h49

Foto: Shutterstock

O ano de 2018 foi desastroso para o Facebook em termos de reputação. Uma série de escândalos envolvendo as práticas de privacidade da companhia colocou a rede social de Mark Zuckerberg sob o escrutínio da imprensa, da desconfiança dos usuários e até mesmo das autoridades. Apesar disso, os resultados financeiros do último trimestre, reportados nessa quarta-feira (30), mostram que a rede social mais popular do mundo continua crescendo. Tanto receita quanto o número de usuários da plataforma escalaram no quarto trimestre.

Segundo o relatório financeiro, mais de 1,52 bilhão de pessoas estavam usando o Facebook todos os dias em dezembro de 2018, um crescimento de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. O número de usuários ativos mensais também cresceu 9% e a rede social contabilizou 2,32 bilhões de usuários quando o ano se encerrou em 31 de dezembro.

O resultado é um suspiro para a companhia que no balanço do terceiro trimestre de 2018 viu o crescimento de usuários desacelerar. Na época, questionou-se o leve declínio era um reflexo da GDPR, a lei de proteção geral de dados que entrou em vigor naquele ano na Europa. Ao mesmo tempo, o Facebook informou que removeu uma série de contas que feriam os padrões de comunidade da plataforma. Ainda que  o crescimento dos últimos três meses não seja o melhor resultado que o Facebook já viu em sua trajetória, a marca é um retorno mais otimista para Zuckerberg e seus acionistas.

Quanto à receita, o Facebook superou as expectativas do mercado e conquistou um lucro de US$ 2,38 por ação. Uma receita total de US$ 16,91 bilhões. O anúncio do quarter reagiu positivamente no mercado, quando os papéis do Facebook valorizaram 6% nesta quarta-feira.

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail