Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Facebook admite nova falha de privacidade que afeta usuários
Facebook admite nova falha de privacidade que afeta usuários
Home > Internet

Facebook admite nova falha de privacidade que afeta usuários

Segundo companhia, uma API do Facebook Grupos deu acesso indevido a cerca de 100 desenvolvedores de aplicativos

Da Redação

07/11/2019 às 9h15

Foto: Shutterstock

O Facebook informou na última terça-feira (05) que cerca de 100 desenvolvedores de aplicativos ainda conseguiam acessar dados como nomes e fotos de usuários da rede social. O acesso se dava por meio de uma interface de programação de apps para grupos do Facebook, informou Konstantinos Papamiltiadis, diretor de plataformas e programas para desenvolvedores.

Após os escândalos envolvendo a Cambridge Analytica em abril de 2018, o Facebook prometeu que iria proibir o acesso de desenvolvedores de apps a alguns dados pessoais de usuários da rede social.

No entanto, essa medida parece não ter sido aplicada com rigor, já que desenvolvedores externos “mantiveram o acesso às informações dos membros dos grupos, como nomes e fotos de perfil em conexão com a atividade do grupo, a partir da API do Groups, por mais tempo do que pretendíamos”, disse Papamiltiadis, em post no blog oficial da rede social.

O número exato de desenvolvedores que tiveram acesso aos dados mencionados não foi claramente justificado por Papamiltiadis. “Estamos procurando cerca de 100 parceiros que podem ter acessado essas informações desde que anunciamos restrições à API do Groups, embora seja provável que o número que realmente tenha acessado essas informações seja menor e diminua com o tempo”.

Além disso, também não foi mencionado quantos usuários do Facebook podem ter tido seus dados expostos pelo problema. De acordo com a CNN (que procurou o Facebook sobre o caso), a rede social se negou a compartilhar uma estimativa numérica da quantidade de usuários possivelmente afetados.

"A nova estrutura sob nosso contrato com a FTC significa mais responsabilidade e transparência na maneira como construímos e mantemos produtos... Enquanto continuamos a trabalhar nesse processo, esperamos encontrar mais exemplos de onde podemos melhorar, seja através de nossos produtos ou alterando a maneira como os dados são acessados", escreveu Papamiltiadis.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio