Home > Internet

EUA acusam Huawei de violar sanções e roubar informações de operadora

Em acusações formais publicadas nesta semana, Departamento de Justiça acusa gigante chinesa de cometer diferentes crimes federais

Da Redação

29/01/2019 às 13h00

Foto: Shutterstock

O governo dos Estados Unidos acusou formalmente nesta segunda-feira, 28/1, a empresa chinesa Huawei de ter cometido diferentes crimes federais. As informações são do The Verge.

Em uma das acusações, o Departamento de Justiça dos EUA afirma que a diretora financeira (CFO) da Huawei, Meng Wanzhou, e outros funcionários da companhia violaram sanções do país contra o Irã.

Meng, que também é filha do fundador da Huawei, foi presa em dezembro no Canadá e atualmente está em prisão domiciliar naquele país enquanto aguarda uma decisão sobre o caso – ela ainda pode ser extraditada para os EUA.

Além disso, aponta o site, o governo dos Estados Unidos também acusa a Huawei de ter roubado tecnologia da operadora norte-americana T-Mobile, incluindo informações armazenadas em um robô utilizado pela empresa para testar smartphones – e o próprio dispositivo.

Em nota à agência Reuters, a Huawei afirma que tentou discutir essas acusações criminais junto aos EUA e destaca que o “pedido foi rejeitado sem explicação” pelas autoridades daquele país.

De acordo com o The Guardian, o Ministério de Relações Exteriores da China afirmou que as acusações dos EUA são o resultado de “forte motivação política e manipulação política” e pediu um tratamento razoável e justo para as empresas chinesas.

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail