Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Esta é a melhor forma de aprender hoje, segundo Bill Gates
Esta é a melhor forma de aprender hoje, segundo Bill Gates
Home > Inovação

Esta é a melhor forma de aprender hoje, segundo Bill Gates

Para cofundador da Microsoft, livros didáticos estão com os dias contados. Forma mais eficiente de aprender é também aquela que reduz barreiras

Da Redação

07/07/2019 às 11h35

Foto: Shutterstock

Bill Gates é o tipo de pessoa a quem você recorreria para ouvir um conselho. Afinal, Gates se tornou um dos homens mais ricos do mundo ao cofundar a Microsoft. Leitor ávido, ele lê cerca de 50 livros por ano e de tudo, desde biografias a guias de meditação a reflexões sobre armas autônomas. Mas há um tipo de livro que o empresário acredita que está saindo "de moda", e está sendo engolido pelo software: livros didáticos.

"Eu já li mais do que a minha cota de livros didáticos. Mas é uma forma bem limitada de aprender algo. Até mesmo o melhor livro não consegue dar conta de conceitos que você consegue entender daqueles que você precisaria de mais ajuda", escreve Gates em uma carta aberta publicada em seu blog, o Gates Notes. Na visão dele, a melhor forma de se aprender algo hoje em dia é através de software. Isso porque, diz Gates, software pode ser usado para criar uma experiência muito mais dinâmica.

Como exemplo de aprendizado, ele recorre ao ensino de álgebra. "Em vez de apenas ler um capítulo sobre como resolver equações, você pode ver o texto on-line, assistir a um vídeo super envolvente que mostra como isso é feito e jogar um jogo que reforce os conceitos", defende Gates. "Depois, você resolve alguns problemas on-line e o software cria novas perguntas para se concentrar nas ideias que você não está conseguindo."

Melinda Gates também reforça o caráter democrático do software enquanto ferramenta de educação. Isso porque reduz barreiras geográficas e os custos da edução. “Um estudo descobriu que o uso de open-courseware poupava aos alunos uma média de US $ 66 a US $ 121 por curso. Ao longo de um ano acadêmico, isso pode adicionar até US$ 1.000, o que pode ser a diferença entre ficar na escola ou ter que desistir ”, complementa.

LEIA TAMBÉM

Cientista de Dados: 4 cursos gratuitos para apostar na profissão do futuro

4 cursos para aprender Machine Learning de graça e sem sair de casa

5 cursos gratuitos para quem quer começar a programar em Python

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site