Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Eclipse solar: como assistir ao fenômeno no Brasil nesta terça-feira (2)
Eclipse solar: como assistir ao fenômeno no Brasil nesta terça-feira (2)
Home > Internet

Eclipse solar: como assistir ao fenômeno no Brasil nesta terça-feira (2)

Passagem da Lua em frente ao Sol será transmitida ao vivo e parcialmente visível no nosso país

Redação

02/07/2019 às 16h55

Foto: Shutterstock

Nesta terça-feira (2), o único eclipse solar de 2019 poderá ser visto na América do Sul. Quem estiver no Chile ou na Argentina poderá ver o fenômeno por completo, mas aqui no Brasil conseguiremos apreciar apenas parcialmente.

Esse tipo de fenômeno acontece aproximadamente a cada 18 meses em algum canto da Terra e, mesmo que seja parcial por aqui desta vez, é preciso usar proteção ocular para observar o Sol.

Proteja seus olhos

A NASA recomenda o uso de óculos especiais para eclipses, que são capazes de filtrar mais de 99,99% da luz solar. Quem quiser usar outros dispositivos, como telescópio, celular, câmera ou binóculos, por exemplo, deve certificar-se de que eles estejam equipados com um filtro especial desenvolvido para observação solar.

Ou seja, não é seguro usar câmeras ou celular sem filtro adequado. E nada de chapa de raio-X ou negativo de filmes, ok?

Foto: Shutterstock

Horário do eclipse em 2 de julho 2019

No Brasil, a cidade de São Paulo poderá observar o eclipse parcial a partir das 17h, com seu auge previsto para 17h54 e encerramento às 18h44. No sul do país, em Porto Alegre, por exemplo, o auge do eclipse será às 17h50.

Infelizmente, algumas cidades do Nordeste do país não conseguirão observar o eclipse parcial. Neste caso, uma opção interessante é acompanhar a transmissão do fenômeno ao vivo pelo site da ESO (European Southern Observatory) a partir das 16h15 no dia 2 de julho.

Outra opção é a transmissão realizada pela IBM, em parceria com observatórios da Argentina, do Chile e a NASA. A partir das 17h, será possível acompanhar comentários de especialistas sobre o assunto e interagir por meio do Twitter usando a hashtag #TotalEclipseFromTheCloud.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site