Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Crise financeira leva ações de empresas de TI dos EUA ao nível do pós-bolha
Crise financeira leva ações de empresas de TI dos EUA ao nível do pós-bolha
Home >

Crise financeira leva ações de empresas de TI dos EUA ao nível do pós-bolha

Nova York - Devido à instabilidade financeira, Nasdaq registrou queda de 5,47%. Ações da Intel caíram para US$ 15,6, recorde em 5 anos.

IDG News Service/ EUA

10/10/2008 às 8h54

Foto:

A crise financeira norte-americana fez com que a bolsa eletrônica Nasdaq resgistrasse queda nas ações de empresas como a Intel e o Yahoo, que voltaram aos níveis de 2003, período seguinte ao estouro da bolha da internet. Na mesma semana, a Dow Jones caiu 7%.

Mesmo com a organização dos Estados Unidos e de bancos ao redor do mundo pela estabilização da economia, as preocupações quanto a uma possível recessão geraram queda de 95.21 pontos na Nasdaq, ou 5,47%.

Leia mais:
> Vale do Silício: preparem-se para o pior
> Com dólar alto, Positivo aumentará preços em 15%
> Alta do dólar prejudica ascensão da Classe C à web
> Queda na Bovespa derruba ações de TI no Brasil

Com expectativas de desaceleração nas vendas de hardware, as ações da Intel tiveram um recorde de queda em cinco anos, fechando em 16,93 dólares cada na segunda-feira (06/10) e continuando a cair, para 15,60 dólares no final da quinta-feira (09/10). Nesta data, as ações do Yahoo marcavam 12,65 dólares.

Em meio a este cenário, o Citigroup diminuiu as estimativas de receita e lucro por ação para o segundo semestre de 2008, assim como para 2009 e 2010, para grandes empress como a IBM, HP, Dell e Apple.

Os cortes foram “reflexo do crescente impacto da crise de crédito, assim como movimentos não-favoráveis em valores de câmbio internacional”, disse Richard Gardner, do Citigroup.

As baixas estimativas para as vendas de softwares para desktop e softwares como serviços incluem fabricantes como Adobe, Autodesk, Salesforce.com, Oracle, Red Hat e Intuit.

Os baixos números deste semana seguem os cortes nas expectativas, na semana passada, de outras 11 empresas de software, devido a “grandes condições deteriorativas, que afetam principalmente a venda de licenças a grandes empresas”, segundo Brent Thill, do Citigroup.

Há uma luz no fim do túnel, contudo. Em um relatório financeiro preliminar, a IBM revelou na quarta-feira (08/10) que seu lucro no terceiro trimestre não cresceu tanto quanto o esperado, mas aumentou 22% por ação, para 2,05 dólares. Analistas esperavam que os ganhos seriam de 2,02 dólares por ação.

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site