Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Coreia do Norte culpa EUA por queda de Internet e chama Obama de “macaco”
Coreia do Norte culpa EUA por queda de Internet e chama Obama de “macaco”
Home > Internet

Coreia do Norte culpa EUA por queda de Internet e chama Obama de “macaco”

Em comunicado, agência norte-coreana ainda culpa presidente dos EUA por distribuição do filme "A Entrevista", da Sony, nos cinemas e na Internet.

IDG News Service / EUA

29/12/2014 às 10h16

a-entrevista 520.jpg
Foto:

A Coreia do Norte se pronunciou no último sábado, 27/12, culpando os EUA pela queda de Internet de cerca de 9 horas e meia no país na última semana, e chamou o presidente norte-americano Barack Obama de “macaco” em uma declaração racista emitida pela Comissão de Defesa Nacional (NDC).

O comunicado da NDC, que foi publicado pela agência de notícias estatal da Coreia do Norte, foi a primeira resposta oficial do país às quedas da sua conexão de Internet com o mundo na última semana.

“Os EUA, um país gigante, começaram a interromper a operação de Internet de grandes mídias da DPRK”, afirmou o documento da NDC.

“Nós já alertamos os EUA para não agir de modo fútil após ser atingido duramente por outros”, afirmou o porta-voz não identificado da NDC. “É claro que não esperamos que os gângster deem atenção aos nossos avisos.”

Apenas algumas agora após essa nota ser publicada, a Coreia do Norte voltou a encontrar problemas com a sua conexão de Internet.

Segundo a Dyn Research e a Akamai Technologies, a queda do último dia 27 de dezembro durou cerca de 5 horas e foi precedida por problemas de conexão intermitente.

A Entrevista

A declaração da NDC também critica a decisão da Sony Pictures de exibir o filme A Entrevista, que faz piada com uma suposta morte do ditador norte-coreano Kim Jung-un, e foi lançado na última semana nos cinemas dos EUA e em serviços online, como YouTube, Google Play e iTunes Store, da Apple.

“O presidente norte-americano Obama é o criminoso chefe que forçou a Sony Pictures a ‘distribuir indiscriminadamente’ o filme e tomou a frente em pressionar e chantagear cinemas dos EUA para distribuírem o filme”, afirma a declaração da Coreia do Norte., 

Racista

Além disso tudo, a Coreia do Norte ainda ofendeu Obama de forma racista. “Obama sempre é descuidado nas suas palavras e atos como um macaco em uma floresta tropical”, afirmou a agência norte-coreana.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site