Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Opinião: como o Google pode organizar a bagunça que deixou após encerrar o Allo
Opinião: como o Google pode organizar a bagunça que deixou após encerrar o Allo
Home > Internet

Opinião: como o Google pode organizar a bagunça que deixou após encerrar o Allo

Sistema de mensagens da gigante de tecnologia deveria ser menos confuso, mas não é o que acontece. Estratégia para mensageria agora se divide em quatro apps

Michael Simon, PC World (EUA)

09/12/2018 às 23h06

google allo tela.jpg
Foto:

O Google gostaria que pensássemos em sua estratégia de mensagens como um trabalho em andamento. Entre todas as mudanças, adições, fusões e rebranding de sua série de aplicativos de mensagens que passaram nos últimos anos, a empresa pouco fez para simplificar ou otimizar sua estratégia. E com os últimos movimentos, poderá haver menos aplicativos do que nunca, mas a mensageria nunca foi tão confusa.

Em um post em seu blog na última semana, o Google confirmou rumores de que o Hangouts e o Allo estão indo embora, o que não é surpresa. A empresa já anunciou que o Hangouts se dividiria em dois novos aplicativos, o Bate-papo do Hangouts e o Hangouts Meet, e o Allo está em pausa desde abril, quando ela reavaliou o objetivo do aplicativo. Mas com menos vem mais confusão.

A realidade é que o Allo estava praticamente condenado desde o começo. Não é um aplicativo ou um conceito ruim, mas a maioria dos usuários do Android não sabia ou não se importava com a existência dele. Mesmo que não tenha sido uma adição supérflua aos muitos aplicativos padrão de mensagens do Android, uma série de problemas de privacidade, confusão, compatibilidade e problemas de usabilidade impediram que se tornasse tudo o que poderia ser. No entanto, nem tudo é em vão. O Google tem gradualmente usado a maioria dos melhores recursos do Allo em mensagens do Android.

Embora o desaparecimento do Allo, definido oficialmente para março de 2019, tenha sido relativamente rápido, o Hangouts passou por mais iterações. O que começou como uma combinação inteligente das ambições de mensagens do Google Voice e do Google+, o Hangouts deveria ser o melhor aplicativo. Como o iMessage, ele usava um protocolo proprietário para permitir mensagens instantâneas que não eram do SMS e, ao longo de inúmeras atualizações, adicionava e / ou removia vários recursos, incluindo chats de vídeo em grupo, chamadas de voz, transmissões e textos.

Agora, a estratégia do Google consiste em apenas quatro aplicativos:

- Messages

- Duo

- Hangouts Meet

- Hangouts Chat

Mas o que deveria ser um movimento "em direção a uma experiência de comunicação mais simples" é tudo menos isso. Veja como a nova linha se desfaz agora:

O Messages é basicamente o novo Allo sem as capacidades de integração e mensagem instantânea do Google Assistente, bem como os dois recursos que realmente valem a pena usar o Allo. O Duo é para videochamadas individuais. O Hangouts Meet também é para videochamadas, mas é voltado para grupos e reuniões. O bate-papo do Hangouts é para mensagens instantâneas no estilo Slack.

Mas espere, há mais: Bate-papo também é o que o Google chama de parte do RCS do Messages - o protocolo que deve oferecer mensagens não SMS no estilo iMessage -, mas pode ou não funcionar dependendo da operadora ou telefone. O bate-papo do Hangouts não pode enviar mensagens SMS. Apesar do nome, o principal engenheiro da Duo prometeu fazer ligações em grupo no início deste ano e mergulha no código que sugere que o Google está de fato trabalhando nisso. E, embora o bate-papo do Hangouts esteja limitado aos clientes empresariais do G Suite, "em algum momento" ele estará disponível para os antigos usuários do Hangouts. E, é claro, o Hangouts clássico ainda funcionará por quanto tempo o Google quiser apoiá-lo.

Então, mesmo se ignorar o fato de que os aplicativos que soam como uma rede social pré-milenar são na verdade para profissionais, ainda tem dois pares de aplicativos que basicamente fazem a mesma coisa.

Muitas partes móveis

Ao mergulhar na integração com os outros serviços do Google, o problema é ainda mais complexo. Ao selecionar uma pessoa em Contatos, as opções de mensagens de texto e videochamadas são Mensagens e Duo, respectivamente, mas no Gmail, "Hangout" é a primeira opção de mensagens, que leva ao aplicativo clássico do Hangouts, desde que a pessoa o tenha instalado.

Nada disso é claro ou lógico. Ainda que faça sentido descontinuar o Allo, por que os aplicativos de negócios e os aplicativos de consumidor precisam ser separados quando essencialmente fazem a mesma coisa? E por que precisa haver dois de cada aplicativo? Por que não integrar as melhores partes do Duo, do Mensagens, do Allo e do Hangouts em um aplicativo e se concentrar na comunicação em estilo comercial em outro?

E, acima de tudo, por que o Google está abandonando seu próprio serviço de mensagens instantâneas no Allo e no Hangouts por causa de uma confusão no RCS? Uma década depois, um dos melhores recursos do iPhone ainda é a capacidade de conversar instantaneamente com outros usuários do iPhone usando o iMessage, não importa onde esteja ou qual é a conexão, algo que o Hangouts e o Allo deveriam oferecer.

Uma correção simples

Ainda há sete aplicativos do Google separados para mensagens, pelo menos um deles será fechado no ano que vem. E mesmo que o Google consiga reduzi-los a quatro, onde isso nos deixa? Bem, aqui vão minhas humildes considerações: 

1. Fazer do Messages o hub. O aplicativo de mensagens de texto do Google para Android é claramente o único aplicativo que não vai a lugar nenhum, portanto, é mais fácil fazê-lo com que seja o centro de todas as coisas. Isso inclui mensagens instantâneas, videochamadas, textos e bate-papos RCS. Não é necessário qualquer delineação entre aplicativos e serviço ao entrar em contato com alguém. Basta abrir Mensagens no telefone ou na Web, tocar em um nome e começar a digitar. O sistema deve ser inteligente o suficiente para saber qual sistema a pessoa tem do outro lado e selecionar o melhor sem a configuração necessária.

2. Renomear os Hangouts para Messages for Business. Se o Google quiser manter um serviço vinculado ao G Suite para clientes corporativos, o Hangouts é a marca errada. Há muita bagagem associada a ele e, além disso, não soa como um aplicativo profissional. O Messages for Business não é um nome ideal, mas é claro e continua com a marca "Messages".

3. Descarregar o Duo e o Meet como aplicativos separados. Com uma forte integração com Mensagens e Messages for Business, não é necessário haver aplicativos separados para videochamadas. Basta tornar o Messages um ponto único para toda a comunicação.

4. Fazer isso no próximo ano. O Google tem o hábito de esperar até que as pessoas se sintam confortáveis com um novo aplicativo ou serviço, deixando-o definhar por alguns anos e, finalmente, matando-o. Provavelmente, isso é o que acontecerá com os novos Hangouts quando o Google ficar entediado ou perceber que poucas pessoas o estão usando. Então faça a mudança agora.

Mas claro, nenhuma dessas coisas vai acontecer. O Google continuará a carregar vários aplicativos de mensagens e, em 2020, haverá outro post explicando qual é o próximo passo e por que dessa vez é muito melhor do que antes.

  

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site