Home > Inovação

China acusa EUA de tentar reprimir suas empresas de alta tecnologia

Afirmação do governo chinês acontece após legisladores americanos apresentarem proposta para barrar venda de chips dos EUA para empresas da China

Da Redação

17/01/2019 às 9h54

huaweishutter_62502.jpg
Foto:

A China afirmou nesta semana que os Estados Unidos tentam reprimir as suas empresas de tecnologia, segundo informações do jornal britânico The Guardian e da agência de notícias Reuters

A acusação do governo chinês acontece após legisladores americanos apresentarem uma proposta para barrar a venda de chips e outros componentes dos EUA para companhias chinesas de telecom, como Huawei e ZTE, que violem leis ou sanções de controle de exportação do país.

“O verdadeiro objetivo dos EUA é empregar seu aparato de estado de todas as maneiras concebíveis para reprimir e bloquear as companhias de alta tecnologia da China”, afirmou nesta quinta, 17/1, uma porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China.

Além disso, o jornal Global Times, de propriedade do governo chinês, afirmou que essa proposta de lei citada acima representa uma forma de “MaCartismo tecnológico” para barrar os negócios do país asiático. 

“Ao escalar a repressão contra a Huawei, os EUA estabelecem um precedente ruim de aplicar Macartismo nos campos de alta tecnologia”, afirmou o editor da publicação, Hu Xijin, que classificou a atitude dos EUA em relação à China como “histeria”.

Reportagem publicada nesta semana pelo Wall Street Journal, que cita pessoas próximas do assunto como fontes, aponta que o Departamento de Justiça dos EUA estaria preparando um inquérito para indiciar a Huawei.

A guerra comercial entre EUA e China teve sua temperatura elevada desde o final do ano passado, quando a diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi presa no Canadá sob acusação de violar sanções dos EUA contra o Canadá. Em uma entrevista recente, o fundador da Huawei e pai de Meng, Ren Zhengfei, negou acusações de que a companhia já tenha realizado espionagem para o governo chinês.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail