Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Cabify reduz taxas para motoristas e libera pagamento em dinheiro
Cabify reduz taxas para motoristas e libera pagamento em dinheiro
Home > Inovação

Cabify reduz taxas para motoristas e libera pagamento em dinheiro

Startup de mobilidade urbana também anunciou novo country manager e investimentos de US$ 20 milhões na operação brasileira para os próximos 5 anos

Da Redação

19/06/2019 às 12h04

Foto: Divulgação

Legenda:

A Cabify anunciou nessa terça-feira (18) uma série de mudanças que atendem tanto motoristas da plataforma quanto passageiros. Entre elas está a liberação para o pagamento de corridas em débito e dinheiro, a redução no valor das corridas para usuários e diminuição nas taxas cobradas para os motoristas - que passou de 25% para 10% em todos os horários.

Apesar de reduzir as taxas para os motoristas, a mudança, segundo o Cabify, não refletirá no aumento para os passageiros. No Rio de Janeiro, o custo das viagens para usuários finais tiveram uma média de 23% de redução. Para os condutores, nos horários considerados de pico - segunda a sexta-feira, das 7h às 8h59 e das 17h às 18h59, a tarifa cobrada será apenas de 7% do valor da corrida. Nos demais horários a taxa paga será de 12%.

Pagamento em dinheiro e débito - uma grande mudança introduzida nesta semana foram as novas opções de pagamento. Até então, a Cabify apenas aceitava o pagamento via cartão de crédito cadastrado no aplicativo. A opção "Cash", entretanto, é opcional para os motoristas parceiros. Isto é, eles podem habilitar ou desabilitar a função, ficando a critério deles a possibilidade de escolher sua preferência em relação ao método de pagamento.

A Cabify também informou que trabalhou em colaboração com as prefeituras das cidades para mapear as áreas e horários de risco, restringindo, assim, a liberação desse novo recurso para determinados locais e horários. A medida é uma espécie de precaução da companhia, tendo em vista reclamações de que a opção de pagamento em dinheiro de outras plataformas concorrentes deixaria motoristas mais vulneráveis a assaltos. Para as corridas corporativas, o pagamento em dinheiro não está liberado.

As mudanças já entraram em vigor, de maneira faseada, nas cidades de Santos, Campinas, Curitiba, Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre. Usuários nas cidades de São Paulo e Rio também estão recebendo as novidades.

Novo country manager

As mudanças anunciadas nesta semana incluem também a apresentação de um novo country manager para a operação brasileira. O brasileiro Pedro Meduna substitui Jorge Pilo, este que estava na operação da Easy há quatro anos. Na empresa desde 2016, Meduna liderou a integração global com a Easy e, mais recentemente, a fundação de uma fintech do grupo chamada Lana que já está em fase de piloto nos mercados do México e Chile. Meduna terá como uma de suas metas dobrar a operação brasileira até o final do ano.

A companhia também revelou que se prepara para lançar em seu aplicativo uma integração para usuários utilizarem patinetes elétricos por meio da Movo, startup de origem espanhola que está chegando ao Brasil.

Investimento em tecnologia

A Cabify aproveitou para anunciar que investirá mais de US$ 20 milhões adicionais, nos próximos cinco anos, para dobrar sua equipe de tecnologia. O investimento resultará em um centro de desenvolvimento focado em iniciativas para melhorar a segurança e a confiança de passageiros e motoristas, pagamento em dinheiro, controle de fraude e recrutamento e treinamento de motoristas.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site