Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Ataque que derrubou Twitter e Spotify usou 100 mil aparelhos infectados
Ataque que derrubou Twitter e Spotify usou 100 mil aparelhos infectados
Home > Internet

Ataque que derrubou Twitter e Spotify usou 100 mil aparelhos infectados

Especialista aponta que hackers poderiam ter usado ainda mais aparelhos para ataque DDoS mais poderoso na sexta-feira, 21/10.

PC World / EUA

27/10/2016 às 11h35

hacker sombrio.jpg
Foto:

A grande queda da Internet na sexta-feira passada, 21/10, foi causada por hackers usando um número estimado em 100 mil aparelhos, muitos dos quais tinham sido infectados com um malware conhecidos que pode assumir o controle de câmeras e aparelhos de gravação DVR, afirmou a provedora de DNS afetada, Dyn.

“Podemos confirmar que um volume significativo do tráfego do ataque teve origem a partir de botnets baseados no (malware) Mirai”, afirmou a Dyn em um post sobre o assunto nesta quarta-feira, 26/10. 

O malware conhecido como Mirai já tinha sido culpado por causar pelo menos parte do ataque de negação de serviço (DDoS) na sexta, 21/10, que atingiu a Dyn e derrubou e/ou deixou bastante lento o acesso a muitos sites conhecidos nos EUA, como Twitter, New York Times e Spotify.

Mas a Dyn fez novas revelações nesta quarta-feira, 26/10, dizendo que os aparelhos infectados com o Mirai foram, na verdade, a fonte primária para o ataque da semana passada.

O comunicado da empresa também sugere que os hackers por trás do ataque podem ter se segurado. Companhias observaram diferentes variações do malware se espalhando por mais de 500 mil aparelhos vendidos com senhas padrão fracas, o que torna a invasão deles bem mais fácil.

Como o ataque de sexta, 21/10, envolveu apenas 100 mil aparelhos, é possível que os hackers poderiam ter realizado um ataque DDoS ainda mais poderoso, afirmou o especialista em segurança da Imperva, Ofer Gayer.

“Talvez esse tenha sido apenas um tiro de aviso. Talvez os hackers soubessem que isso era o suficiente e não precisaram usar todo o seu arsenal”, aponta.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site