Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Apple e Microsoft fazem “campanha” contra o Android, diz Google
Apple e Microsoft fazem “campanha” contra o Android, diz Google
Home >

Apple e Microsoft fazem “campanha” contra o Android, diz Google

Em post no seu blog oficial, gigante de buscas afirma que rivais usam processos "duvidosos" como forma de enfraquecer seu sistema

IDG News Service / EUA

04/08/2011 às 10h55

Foto:

A Google criticou de forma dura, nesta quarta-feira, 3/8, o que chamou de ataques “falsos” feitos contra o seu sistema Android por rivais de grande porte como Apple, Oracle e Microsoft.

“O sucesso do Android desencadeou uma campanha hostil, organizada pela Microsoft, Oracle, Apple e outras empresas, através de cobranças indevidas por falsas patentes”, escreveu o diretor da área jurídica da Google, David Drummond, em um post no blog da companhia.

O executivo mostrou-se indignado com supostos movimentos  de grandes empresas para “se unir” com a intenção de adquirir patentes de companhias com problemas financeiros, citando um caso bem-sucedido em que a Microsoft e a Apple pagaram 4,5 bilhões de dólares por cerca de 600 patentes da Nortel. O Google, que era um dos principais interessados, perdeu a disputa.

Ele sugeriu ainda que a Microsoft e a Apple podem afirmar que o Android viola essas patentes “duvidosas”, forçando a Google a pagar por danos ou taxas de licença que aumentariam os custos dos smartphones com seu sistema móvel.

“As patentes foram criadas para encorajar a inovação, mas ultimamente estão sendo usadas como uma arma para interrompê-la”, escreveu Drummond. “Em vez de competir ao criar novos recursos ou aparelhos, (os rivais) estão lutando por meio de questões judiciais.”

Florian Mueller, que tem acompanhado de perto disputas de patente envolvendo o Android, criticou a Google por não sair em defesa do sistema e do grande grupo de  desenvolvedores independentes que fazem uso dele.

Mueller disse à COMPUTERWORLD que a resposta de Drummond “reflete uma profunda preocupação por parte da Google em relação a situação de patentes em torno do Android.”

Mas discorda de Drummond quando o executivo diz que há uma campanha organizada “anti-Android”. “Como um observador dessas disputas, eu realmente não vejo qualquer indicação de que esteja acontecendo uma ‘campanha hostil e organizada”, afirmou Mueller.

Segundo ele, companhias que atacam o Android estão fazendo negócios de maneira normal. A Microsoft começou a comprar licenças de patentes “anos antes do Android aparecer”. E as disputas de patentes da Oracle sobre o Android são originadas por querer monetizar o Java e “mostrar ao mundo quem controla a plataforma.”

Desde maio, Mueller afirma ter contado mais de 40 processos de violação de patentes, sendo a maioria contra o Android.

Na opinião de Drummond, os processos por patentes podem levar a  cobrança de taxas de licenciamento que deixarão o aparelho Android mais caro para os consumidores.

O executivo também afirmou que a Google está determinada a lutar contra essas alegações de patentes, mas não disse como a empresa pretende fazer isso. A Google está “investigando para descobrir se a Apple e a Microsoft adquiriram as patentes  da Nortel com finalidade de desestimular a concorrência”, completou.

Para finalizar, o diretor jurídico da Google alegou que a gigante de buscas pretende aumentar seu próprio portfólio de patentes, presumivelmente comprando licenças de coletivos como o Intellectual Ventures.

A Google precisa agir ou os consumidores “podem enfrentar custos maiores para aparelhos Android – e menos opções na hora da escolha de seu próximo smartphone”, disse Drummond.

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site