Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Após bug de privacidade, Apple desabilita chamadas em grupo no FaceTime
Após bug de privacidade, Apple desabilita chamadas em grupo no FaceTime
Home > Internet

Após bug de privacidade, Apple desabilita chamadas em grupo no FaceTime

Falha, confirmada pela companhia, permite ouvir áudio de usuários que ainda nem entraram em chamada

Da Redação

29/01/2019 às 11h01

Foto: Shutterstock

A Apple se pronunciou oficialmente sobre a descoberta de uma falha de segurança que permite ouvir o áudio dos usuários do outro lado da linha mesmo antes de eles atenderem uma chamada de vídeo em grupo pelo FaceTime. As informações são da Reuters.

De acordo com a agência de notícias, que afirma ter conseguido reproduzir o bug de privacidade em questão, a empresa de Cupertino prometeu liberar ainda nesta semana uma correção.

“Temos conhecimento deste problema e identificamos uma solução que será publicada em uma atualização de software ao longo desta semana”, afirmou um porta-voz da Apple à Reuters.

Apple desabilita recurso

Ainda conforme a Reuters, o bug parece estar ligado ao recurso de chamadas em grupo do FaceTime, lançado oficialmente pela companhia em outubro de 2018 (com o iOS 12.1) e que foi desabilitado temporariamente nesta semana pela Apple – a página de status dos serviços da empresa aponta apenas um “problema” (“issue”) como motivo para o Group FaceTime estar fora do ar, sem dar mais detalhes.

Repercussão

A falha teve grande repercussão nos últimos dias, sendo citada pelo CEO do Twitter, Jack Dorsey, que pediu para os usuários desabilitarem o FaceTime enquanto a Apple não publica um patch, e até mesmo pelo governador de Nova York, Andrew Cuomo.

Em um alerta aos moradores do estado americano, o político diz que o bug é uma “violação escandalosa de privacidade” que coloca os nova-iorquinos em risco. “Em Nova York, nós levamos os direitos dos consumidores muito a sério e estou profundamente preocupado com esse bug irresponsável que pode ser explorado para propósitos inescrupulosos”, afirma Cuomo em nota no site do governo de NY, em que também aconselha as pessoas a desabilitarem o app do FaceTime até a Apple publicar uma solução.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site