Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Apesar das melhorias em segurança do Google, crescem malwares para Android
Apesar das melhorias em segurança do Google, crescem malwares para Android
Home > Mobilidade

Apesar das melhorias em segurança do Google, crescem malwares para Android

Estudo feito pela F-Segure mostra que o número de malwares para o OS do Google aumentou drasticamente em 3 meses - indo de 5 mil para 50 mil

John E. Dunn, Techworld.com

06/11/2012 às 12h08

android2_435.jpg
Foto:

A revisão de segurança do Android para 2012 não impediu que o volume de ameaças mundiais que tem o sistema operacional móvel como alvo continue a crescer em um ritmo alarmante. É o que mostra o último relatório de ameaças móveis divulgado pela F-Secure.

A empresa identificou 51 447 amostras únicas de malware para Android somente para este terceiro trimestre, um salto enorme, se comparado aos registros dos trimestres anteriores - um pouco mais de 5 000 ameaças e cerca de 3 000 no primeiro trimestre.

Cada um desses arquivos era um exemplo único de 67 variantes de malware e famílias que a empresa identificou como ativos no mesmo período - o que sugere que o aumento é um sinal de que os criminosos estão lançando mais ataques com aproximadamente os mesmos tipos de malware.

De acordo com a F-Secure, o problema do Android pode ser explicado pela sua enorme popularidade em todo o mundo.

Em países como a China - agora o maior mercado mundial de smartphones por unidades (81%), a loja do Google é apenas uma dentre diversas fontes para compra de aplicativos Android. Fragmentação essa que distribuidores de malware têm sido rápidos em explorar. As pessoas parecem gostar de baixar arquivos em sites de terceiros.

Como mostra uma lista detalhada de exemplos de malware feita pela F-Secure, a maioria dos aplicativos não autorizados são movidos por fraude simples em tarifa SMS.

O Google tem mostrado sinais de que está lutando para contornar o problema dos malwares. Primeiro a gigante refez sua loja online, transformando-a em Google Play e passou a supervisioná-la.

Em fevereiro, também lançou o "Bouncer", um sistema de segurança de varredura automático projetado para eliminar o malware antes que ele chegue aos usuários. Isto tem tido algum sucesso, mas o tamanho e a fragmentação do sistema operacional ainda são um problema sério que a empresa enfrenta em algumas partes do mundo.

Seria um erro dizer que o problema com malwares para Android é algo que apenas os usuários chineses e russos têm que se preocupar.

A singularidade do mundo do malware móvel revelada pela F-Secure é destacada pelo fato de que o extinto OS Symbian ainda atrai o interesse de criadores de malware, com um aumento de 17% registrados de novos exemplos que atingem sua base de usuários ainda grande, mas cada vez menor.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site