Novo
Agora IDGNow! é IT Midia.com
Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Amazon terá prejuízo de US$ 10 a cada Kindle Fire vendido
Amazon terá prejuízo de US$ 10 a cada Kindle Fire vendido
Home >

Amazon terá prejuízo de US$ 10 a cada Kindle Fire vendido

Segundo a empresa de pesquisas iSuppli, somente a tela de 7 polegas do tablet da Amazon custa à empresa US$ 87.

Computerworld (US)

04/10/2011 às 9h55

Foto:

Entre materiais e mão-de-obra, o tablet da Amazon Kindle Fire custa à empresa 209 dólares, 10 dólares acima do preço cobrado por unidade, segundo uma estimativa da companhia de pesquisas norte-americana IHS iSuppli    .

De acordo com a empresa, a Amazon.com deve vender conteúdos digitais por tablet o suficiente para cobrir essa diferença. A iSuppli não estimou o que a varejista irá vender além desses conteúdos, já que produtos físicos incluem a maioria dos negócios da companhia.

“O benefício real do Kindle Fire não será vender hardware ou conteúdo digital”, diz o estudo. “Em vez disso, o Kindle Fire e a demanda de conteúdo que ele estimula irão propiciar a venda de bens físicos”.

Ao afirmar isso, a empresa acrescentou que a Amazon lucra com a venda de “sapatos, fraldas e qualquer outro produto que você possa imaginar”.

A iSuppli advertiu que “a importância dessa estratégia não pode ser subestimada” e que “nenhum vendedor conseguiu criar um link entre conteúdos digitais e um ambiente de vendas mais tradicional. Com o lançamento do tablet, a Amazon está empreendendo a maior tentativa já vista de unir esses mercados”.

O Kindle Fire não é tão barato quanto um “super leitor de e-books”, segundo a empresa de pesquisas, embora tenha dito que o tablet terá sucesso e será o número 2 do mercado liderado pelo iPad, da Apple, vendido a partir de 500 dólares.

O tablet da Amazon chega ao mercado em 15 de novembro, e a iSuppli afirmou que vai destrinchar completamente o dispositivo até lá.

O custo preliminar do Kindle Fire, mais as taxas de fabricação, incluem 87 dólares para a tela de 7 polegadas, o componente mais caro. A placa de circuitos custa 70,40 dólares e a memória, 25 dólares, de acordo com a empresa de pesquisas. O processador provavelmente será um dual-core de 15 dólares.

A iPuppli também observou que a Amazon provavelmente poupou custos com a contratação da taiwanesa Quanta Computer para a fabricação do Kindle Fire. A companhia é a mesma que fabrica o PlayBook da Research in Motion (RIM). "A Quanta é expert em design de produtos, é provável que a empresa esteja convertendo muito de sua experiência adquirida com o desenvolvimento do PlayBook para usar no tablet da Amazon." 

Outra empresa de análise de produtos, a TechInsights UBM, estimou o custo dos materiais do Kindle Fire 150 dólares, com cerca de 10 dólares a mais para os custos de fabricação, de acordo com o Wall Street Journal.

A maior diferença é que a TechInsights coloca o custo da tela sensível ao toque em 60 dólares, 27 a menos do que a estimativa da iSuppli, que também considerou 11 dólares para a carcaça de plástico, enquanto a TechInsights não considerou esse item, segundo o Wall Street Journal.

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site