Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Alunos da USP criam jogo para ensinar programação usando robôs virtuais
Alunos da USP criam jogo para ensinar programação usando robôs virtuais
Home > Inovação

Alunos da USP criam jogo para ensinar programação usando robôs virtuais

Intitulado Robosquadrão, projeto é finalista da 7ª Campus Mobile, competição de ideias e soluções para plataformas mobile

Da Redação

03/05/2019 às 10h00

Foto: Shutterstock

Um grupo de alunos do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, no interior de São Paulo, desenvolveu um jogo que usa robôs virtuais para ensinar programação.

Intitulado Robosquadrão, o projeto em questão foi criado pelo trio Eleazar Braga, Gabriel Simmel e Óliver Becker, que fazem parte do grupo Fellowship of Game (FoG), voltado ao desenvolvimento de jogos.

A iniciativa, que é direcionada para estudantes do Ensino Médio, tem o objetivo de promover o contato dos jovens com a programação de um jeito mais atraente e inclusivo. “O aprendizado de lógica de programação tem se tornado indispensável, pois o desenvolvimento de tecnologia cria novos empregos constantemente”, diz Gabriel.

Como funciona

Ao longo das fases do jogo, os jovens aprendem passos básicos para programar a Inteligência Artificial dos robôs durante situações de combates, resgates e demais tarefas. Vale notar que os robôs não podem ser controlados diretamente, é necessário criar um código para controlá-los.

É possível experimentar jogar Robosquadrão, através do linkhttps://galbrato.itch.io/robosquadrao, e então enviar a sua avaliação por meio deste formulário eletrônico: icmc.usp.br/e/e9109.

Finalista em competição

O projeto é finalista da 7ª Campus Mobile, competição de ideias e soluções para plataformas mobile que se encontra na fase final, depois de 64 propostas de todo o país serem selecionadas nas categorias diversidade, educação, smart cities e smart farms. “Faremos uma apresentação final para a banca avaliadora no dia 6 de maio e, só depois disso, o resultado final será divulgado”, conta Eleazar.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio