Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
Alto-falantes do Google e Amazon estavam suscetíveis a apps de espionagem
Alto-falantes do Google e Amazon estavam suscetíveis a apps de espionagem
Home > Mobilidade

Alto-falantes do Google e Amazon estavam suscetíveis a apps de espionagem

Empresa de segurança desenvolveu apps falsos para testar a segurança dos assistentes inteligentes e os disponibilizou em lojas de aplicativos

Da Redação

31/10/2019 às 15h00

Foto: Shutterstock

Os sistemas dos alto-falantes inteligentes do Google e da Amazon estariam vulneráveis à espionagem e ataques do tipo pishing, segundo a Security Research Labs, empresa alemã de pesquisa em segurança digital.

Para o estudo a empresa desenvolveu, no total, oito aplicações, sendo quatro para a Alexa da Amazon e mais quatro para o Google Home. Como informou a empresa, os apps foram desenvolvidos para que coletassem, de forma clandestina, todas as conversas feitas pelos usuários dos serviços mencionados.

Alguns apps desenvolvidos foram disfarçados de aplicativos com informações de horóscopo, com objetivo de gravar o áudio de conversas de usuários, outros foram desenvolvidos para que mandassem mensagens phishing, nas quais solicitavam que a vítima inserisse suas senhas de acesso.

De acordo com o site ARS Technica, todos os apps desenvolvidos pela Security Research Labs estavam aprovados nos procedimentos de verificação de segurança das lojas de apps do Google e Amazon, até que foram removidos após empresa entrar em contato com Google e Amazon.

A ARS Technica procurou as empresas responsáveis pelas falhas e recebeu, de ambas, a informação de que já estão atualizando seus processos de aprovação para impedir que seus produtos sejam violados. Vale lembrar que, em julho deste ano, a Amazon EUA foi processada por gravações de crianças feitas com dispositivos Alexa.

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio