Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
7 conselhos financeiros para aumentar as chances de sucesso da sua startup
7 conselhos financeiros para aumentar as chances de sucesso da sua startup
Home > Inovação

7 conselhos financeiros para aumentar as chances de sucesso da sua startup

E outros cinco hábitos que podem prejudicar o seu negócio

Douglas Lopes*

03/04/2019 às 9h07

Foto: Shutterstock

Começar uma empresa não é fácil e mantê-la nos primeiros anos pode ser uma grande dor de cabeça. É arriscado. O controle financeiro da sua empreitada é fundamental. Quase sempre, assim que abrimos as portas, parece que estamos tendo uma hemorragia no caixa da empresa a cada minuto. Separar um tempo para fazer ajustes simples pode ajudar, assim é possível controlar o fluxo de dinheiro ao invés de ser controlado por ele.

Como um empreendedor, você não pode se dar ao luxo de colocar a cabeça em um buraco e torcer para que tudo espontaneamente se resolva. Isso pode ter funcionado no passado, mas os riscos agora são mais altos. É vital que você tenha um entendimento completo sobre como seu dinheiro se move através de seu negócio, assim você pode se preparar para dias chuvosos e terá capital para investir no seu empreendimento conforme ele cresce.

Abaixo, listo alguns conselhos do que fazer e não fazer para novos empreendedores em relação ao controle do seu negócio:

O que fazer?

Conheça seu mercado. Muitos negócios fecham depois de meses de operação. Empreendedores otimistas com o sonho de ter o próprio negócio abrem um salão de beleza e gastam uma fortuna montando sua loja, mas não analisam todo o território. Quantos salões existem no bairro? Algum deles fechou recentemente? O que há de singular no que você está oferecendo? Porque um consumidor deveria escolher você e seu serviço?

Faça sua lição de casa. Há necessidade para esse serviço/produto? Quem mais o oferece? Quanto os seus concorrentes cobram? As pessoas conseguem pagar? Eles precisam disso em suas rotinas diárias/semanais/mensais ou é um item/serviço de luxo? Considere diversificar a sua oferta - o que mais o seu cliente pode necessitar?

Mantenha os custos baixos. Mantenha a contabilidade de todas as despesas relacionadas ao seu negócio, não importa quão pequena seja. Isso permite que você reveja periodicamente o quanto realmente custa manter o seu empreendimento e identificar cortes de gastos futuros. Muitos móveis e equipamentos podem ser alugados ou comprados de segunda-mão. Não entre em grandes investimentos de uma vez. Mantenha o crescimento sob controle.

Conheça seus números. Contrate um bom contador ou faça você mesmo usando programas disponíveis online, mas não perca o foco do fluxo de dinheiro diário. Mantenha as contas organizadas mensalmente. Essa clareza irá permitir que você tome decisões baseando-se em projeções realistas. Preveja o fluxo de dinheiro em uma base de seis meses no futuro. Se você tiver a impressão de que as coisas irão desacelerar, decida se elas irão retomar o ritmo e qual o melhor jeito de agir. Se necessário, faça um pequeno empréstimo.

Negocie. Quando estiver procurando novos fornecedores não tenha medo de negociar e procurar o melhor acordo. Quais as multas para pagamentos atrasados? Existe um período de tolerância? Entenda completamente todos os termos e condições antes de fechar qualquer acordo.

Da mesma forma, certifique-se de que você pensou em seus próprios termos e condições para seus clientes. Envie as faturas antes para evitar qualquer ansiedade enquanto aguarda o pagamento. Facilite o pagamento de seus clientes.

Priorize suas necessidades. Idealmente, sua empresa terá um contador, advogado, etc. Mas você precisa contratar esse time completo desde o começo? Há um jeito de manter os custos baixos no início? É possível conseguir serviços online? Contate agências oficiais que oferecem essas informações de forma gratuita. Invista em ativos essenciais para seu negócio e use parceiros para serviços menos relevantes.

Tenha um conselheiro. O topo da montanha é um local solitário. Às vezes, acima das nuvens, é importante ouvir e ter em quem confiar para te ajudar. Não escolha alguém que concorda com tudo, mas alguém que te respeita e te dará os conselhos certos ao invés daqueles que você espera ouvir.

O que não fazer?

Não fique travado na sua ideia original. Milhares de empresas foram criadas para oferecer determinado produto ou serviço, mas encontraram sucesso em sua terceira, quarta tentativa. Muitos negócios falham porque seus donos são mais apaixonados por suas idéias do que o mercado realmente necessita. Não tenha medo de mudanças. Ouça o seu consumidor, conheça seu mercado, e faça mudanças se necessário.

Não tenha medo de falhar. Falhe rápido, aprenda, mas se não funcionar, não afunde. Cerca de 80% dos pequenos negócios falham no primeiro ano geralmente por conta de problemas administrativos ou por falta de conhecimento do nicho do mercado. Aprenda com sua experiência e siga em frente. Só porque sua ideia não funcionou não significa que você irá falhar novamente.

Não se esqueça de pagar a si mesmo. Muitos pequenos empreendedores querem investir tudo em seu negócio e se esquecem de pagar salários para si mesmos. Outros ficam com tudo e se esquecem das necessidades da empresa. Tente separar cerca de 10-20% dos lucros mensais. Esse dinheiro deve ficar reservado para transações diárias, mas disponível caso o mercado sofra alguma queda inesperada. Esse fundo também estará disponível para quando você estiver pronto para expandir.

Tenha um tempo livre. Trabalhar 24h por dia, sete dias por semana não é a chave para o sucesso. Um bom equilíbrio de trabalho na sua vida é crucial para seu corpo e mente. Separe tempo obrigatório para amigos e família e, especialmente, para você. A maioria das ideias criativas surgem nesses períodos.

Não esbanje dinheiro. Iniciar um novo negócio pode ser emocionante e assustador ao mesmo tempo, mas não sinta a necessidade de investir até o seu último centavo apenas para perceber que você não conseguirá pagar o aluguel no mês seguinte. Espere o inesperado. Certifique-se de que você tem o suficiente para os primeiros três meses. Vai viajar a trabalho? Evite os hotéis cinco estrelas por enquanto. Mantenha as despesas baixas nos primeiros anos.

Ser um empreendedor não é se livrar do chefe: seu cliente é seu chefe. Você pode ter a melhor ideia do mundo, mas para que serve se ninguém a conhece? Estabeleça um plano de marketing para que os consumidores saibam quem você é, onde você está, e o que você está vendendo. Coloque as suas redes sociais para funcionar e engaje seus consumidores online. Consumidores felizes são seus melhores embaixadores.

*Douglas Lopes é CFO da Airfox

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site