Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Logo ITMidia
Logo ComputerWorld
Logo PCWorld
Logo CIO
Logo ITForum
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Últimos favoritos Ver todos
Últimas notícias do conteúdo : Ver todos
4 exemplos de como o cartão pré-pago pode ajudar os desbancarizados
4 exemplos de como o cartão pré-pago pode ajudar os desbancarizados
Home > Inovação

4 exemplos de como o cartão pré-pago pode ajudar os desbancarizados

Eles podem ser a porta de entrada para uma melhor gestão financeira, além de ser ideal para limpar o 'nome sujo'

Davi Holanda*

11/05/2019 às 9h00

Foto: Shutterstock

Possuir uma conta em banco para receber salário ou guardar seu dinheiro parece algo fundamental, mas não se engane. O grupo de pessoas “desbancarizadas”, ou seja, que não utilizam qualquer serviço das instituições financeiras compreende 30% da população do Brasil, de acordo com levantamento do Banco Mundial em 2017. Isso significa que aproximadamente 63 milhões de brasileiros não têm conta em banco. Se por um lado esses indivíduos não têm à disposição uma grande disponibilidade de serviços que atendam suas demandas, por outro eles veem surgir uma ferramenta interessante para simplificar suas finanças e pagamentos: o cartão pré-pago. Confira quatro exemplos de como este meio de pagamento facilita a vida dos “desbancarizados”.

1. Porta de entrada para uma melhor gestão financeira

O cartão pré-pago não exige burocracia para a compra e o uso. Logo, é altamente recomendável para pessoas que não possuem conta em banco e querem aprender a utilizar os meios eletrônicos de pagamento. É um procedimento muito simples: a pessoa pode adquiri-lo pela Internet ou em uma loja conveniada, ativá-lo e usar sem pegar filas e passar por análise de crédito. Todo o procedimento de compra e ativação dura, no máximo, 15 minutos, ou seja, é fácil e descomplicado.

2. Ampla rede de aceitação no varejo

O cartão pré-pago não tem restrições e ainda vem com as principais bandeiras do país. Ou seja, ele é aceito em qualquer ponto de venda do país que tenha “maquininhas” compatíveis. Dessa forma, o usuário consegue fazer suas compras com simplicidade, segurança e praticidade, aproveitando as vantagens e benefícios que os meios eletrônicos de pagamento têm a oferecer em relação às cédulas e moedas.

3. Facilidade de administração

As taxas que envolvem o cartão pré-pago são totalmente transparentes e o usuário tem 100% do controle por meio de uma plataforma disponível no site ou até mesmo em um aplicativo no smartphone. Ele consegue visualizar o saldo e o extrato, além de ter outros serviços à disposição, como transferências, pagamentos de contas e até saques em caixas eletrônicos, semelhante a uma conta em banco, mas com um processo mais eficiente e agradável.

4. Ideal para ajudar a limpar o “nome sujo”

Quem possui dívidas tem acesso restrito ao crédito – o que leva à dificuldade de ter um meio eletrônico de pagamento. Com o cartão pré-pago, o usuário não corre risco de ficar com saldo negativo, uma vez que ele terá à disposição para uso apenas o valor que carregou anteriormente. Dessa forma, ele não vai se endividar ainda mais, identifica formas de poupar dinheiro e consegue organizar sua vida para quitar todos os débitos em seu nome.

*Davi Holanda é CEO da Acesso Soluções de Pagamentos

 

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail
Vai um cookie?

A IT Mídia usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site